Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maedocoracaosoueu

Sab | 30.12.17

FECHADO PARA BALANÇO

ESTE BLOG VAI FECHAR PARA BALANÇO.

VOLTAMOS DIA 1

AGORA É QUE VAI SER SEMPRE A DESCER NO BLOGS PORTUGAL.

PACIÊNCIA

PRECISO MESMO DE FECHAR PORTAS

MAS AS PORTAS CONTINUAM ABERTAS PARA QUEM QUISER LER POIS HÁ MUITA COSA EM STOCK

ISTO NÃO É UM ADEUS É UM ATÉ JÁ

BOM ANO PARA TODOS

 

Sex | 29.12.17

E SE ME SAÍSSE O EURO MILHÕES!!! QUINTA COISA QUE FARIA!!!!

Menina pode ter de ser amputada se não for operada quinta-feira.

Na próxima quinta-feira, vai ser a última oportunidade para se salvar uma das pernas de Miriam Aleixo, a menina do Cacém (Sintra), que nasceu com espinha bífida e pé boto. Após 12 cirurgias, a perna de Miriam está seriamente em risco. "Tem 90% de possibilidades de perder a perna", revela, desolada, a mãe, Conceição Marques, que mudou de hospital e encontrou no Instituto Paley a derradeira oportunidade da filha. Mas tem que pagar 30 dos 70 mil dólares (cerca de 59 mil euros) que vai custar a operação até quarta-feira e não tem dinheiro.

Recorde-se que os pais de Miriam, Conceição Marques e Moisés Aleixo, rumaram aos Estados Unidos, quando a menina tinha quatro anos e, em Portugal, os médicos não viam outra solução que não fosse amputar a sua perna direita. A esperança de salvar a perna da menina residia no Hospital Pediátrico de Miami. Ao fim de sete cirurgias, e quase 400 mil dólares de investimento, Miriam deu os primeiros passos, com o auxílio de um andarilho. E a esperança dos pais reacendeu.

Contudo, há cerca de um ano, a situação clínica da menina, atualmente com sete anos, deteriorou-se devido a uma infeção pós-operatória. A última cirurgia a que foi submetida, a 12.ª, ocorreu no passado dia 29 de setembro.

Menina a ficar "sem esperança"

"Infelizmente, as últimas cirurgias não correram bem. E, apesar de tanto sofrimento e muita terapia, a Miriam não estava a recuperar. Infelizmente, o joelho não deixa a menina andar. Depois da última cirurgia, tivemos a certeza que a nossa filha estava a ficar sem esperança", revela Conceição Marques, que pede ajuda na página do Facebook da Miriam (Apelo da Miriam).

PENSEI QUE JÁ TINHAM TERMINADO AS BOAS ACÇÕES , MAS VI ESTA REPORTAGEM E PENSEI, SE ME SAISSE O EURO MILHÕES, AJUDARIA A MIRIAM, TENHO UMA FILHA LOGO "FAZ AOS  OUTROS O QUE GOSTARIAM QUE TE FIZESSEM A TI".

CORRERIAMOS O MUNDO INTEIRO E HAVERIAMOS DE ARRANJAR UMA SOLUÇÃO PARA A MIRIAM.

COMO DIZ A MINHA MÃE VÃO-SE OS ANEIS MAS QUE FIQUEM OS DEDOS

 

Qui | 28.12.17

OS MIÚDOS E AS TECNOLOGIAS!!!!!

Os miúdos têm um dom fantástico.

Falo pela minha.

Está no Centro de Estudos.

De tarde têm actividades lúdicas.

Contudo está sempre a enviar mensagens.

Ainda não a li até ao fim e ela já pede para responder.

Sério!!! São eles que percebem muito de tecnologias, ou sou eu que sou trenga?

Ele há mensagens que ainda estou a ler, e em segundos aparece no visor "Rsp" "Rsp"

Passo-me

Mesmo quando está na escola a situação repete-se, tenho que andar com o telemóvel ao peito, não tenho alternativa, vou comprar uma bolsinha  janota, para fazer pandam!!!

Desculpem mas detesto telemóveis, sei que hoje em dia não vivemos sem eles, ou será que conseguiamos viver?

Primeiro porque não aguento o som das mensagens a entrar e segundo porque detesto escrever mensagens, às vezes sai cada uma que de imediato tenho que corrigir, pois não fazem qualquer sentido.

Hoje por exemplo não sei como, as mensagens que entram no meu telemóvel não têm som, como é que o fiz? Não sei, a miúda quando chegar vai-me ajudar, e de certeza que vai ser uma coisa muito simples, logo, vai dizer:

-Mãe tu és uma trenga

Mas a sério!! Porque é que a minha filha não liga?

Simplesmente não o faz, será mais fácil escrever? Para infelicidade dela de imediato ligo, ela passa-se, acabamos por nos zangar, mas depois passa

 OS MIÚDOS E AS TECNOLOGIAS

Com a agravante, os telemóveis são um apêndice, vivem com eles colados à mão, um apêndice ou o quinto dedo?

 

Pág. 1/10