Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

maedocoracaosoueu

Qua | 18.10.17

A ADOLESCÊNCIA E OS BEIJINHOS

Acabaram-se os beijinhos

Com a adolescência acabam-se os beijinhos.

Que saudades tenho deles embora tão pequeninos.

Doces eram esses beijos e esses abracinhos.

Com a adolescência acabaram-se os beijinhos.

Em garota pequenina, tantos eram, até chateava.

Agora grande e a pensar que é adulta um beijo já chegava.

Quando era pequenina eram beijos até fartar.

Agora que pensa que é gente ora dar um já deve bastar.

Não minha menina as coisa não funcionam assim.

És minha e ainda quero alguns beijos para mim.

 

As coisas mudam, as crianças mudam, quem pensa o contrário engana-se, eu assim pensava e enganei-me.

Quando era pequenina e a ia buscar à escola lá vinha aquele grande abraço, aquele grande beijo e aquele grande berro "Mãe" e aquele trepar colo acima como uma macaquinha.

Agora não a vou buscar à escola, quando digo escola falo no secundário, mas quando ía pedia-lhe um beijo e a resposta era:

-Oh mãe! Oh mãe! Por favor!

- Ok não queres dar não dás mas ainda os hás-de pedir e não tos vou dar

O beijo da manhã e quando chega a casa são obrigatórios, os outros fora de casa são dados a correr para que ninguém veja.

Nunca fui muito beijoqueira mas com a minha filha esgotava-os, com o beijo é sentir o cheiro da sua pele é dizer que te amo sem usar as palavras, é dizer estou aqui para ti, eram tantos os beijos, agora são tão poucos.

Também é obrigatório o beijo quando vai sair, seja para escola, seja para os escuteiros seja para ir com as amigas ou ir para casa delas, se eu dispensasse esses também, daqui a pouco já não sabia o sabor do beijo dela e é uma memória que quero guardar até ao fim dos meus dias.

Não a posso condenar pois tal como disse não sou nem nunca fui muito beijoqueira, isto porque quando era pequena e as pessoas me davam um beijo eu sem mias delongas limpava de imediato o rosto, a minha mãe ficava furiosa, pois ficava envergonhada, mas eu detestava, pois as pessoas quando me davam um beijo molhavam-me a cara e deixavam o hálito na minha pele, detestava.

Mas eu não dou beijos molhados à minha filha, são sequinhos e mesmo assim a garota evita ao máximo.

Mas não sou a única, se fosse começava a ficar deveras preocupada.

 

4 comentários

Comentar post