Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mãedocoraçãosoueu

mãedocoraçãosoueu

PÂNICO VAI COMEÇAR O 5º ANO

Ora bem, como é óbvio termina o 4º ano e tendo a Diana já 10 anos não a podíamos reter mais uma vez, logo transitou para o 5º ano, bem se eu tinha uma filha que não tirava positiva às três disciplinas da primária como iria ser com as do 5º ano?

Algo abonava a favor da miúda, estava inserida no ensino especial e isso viria a revelar-se muito importante para ela.

Quando o ano letivo começa por norma a maioria das crianças  que estão no ensino especial ainda não usufruem desta benece, pois os professores têm que reunir e falar sobre o apoio que lhes vão dar e só depois de a mãe assinar o PEI é que inicia todo o processo.

Assim sendo a Diana até eu assinar o PEI, o que normalmente é mais ou menos a meio do primeiro periodo, iria ter testes de avaliação iguais aos dos outros colegas, não seriam adaptados, bem eu contava com o pior como é óbvio, mas tal não aconteceu, acho que a pequenita estava ansiosa por sair da primária, não sei se por achar que o lugar dela não era ali, pois gostava de andar no 5º, adaptou-se bem à escola as funcionárias eram muito atenciosas com ela, mostraram-lhe a escola,explcaram-lhe como funcionava o sitema de cartão escolar para compra de refeições e outras coisas, devo dizer que escolhi uma escola pequena, que só tinha pré-primária, 1º ciclo e 2º ciclo, as crianças da pré e da primária estavam separados dos grandes e as turmas dos outros anos eram poucas, logo eu sentia-me tranquila, pois ela estava segura, o mais caricato é que eu achava que ela iria ter dificuldade na utilização do cartão, no facto de ter salas diferentes e não a mesma como na primária, mas ela entendeu tudo, realmente nós mães temos tendência para o exagero e por isso  tendência para os proteger demais, mas uma coisa é certa eles desenrascam-se e é nossa função deixá-los desenrascar-se pois senão ficam uns "atados".

Iniciam os testes não adaptados como já tinha mencionado e para meu espanto a Diana tira apenas duas negativas, Matemática e Português, a mais notável foi ciências, o professor deixou-a fazer teste de consulta e a catraia tira 88%, bem ela estava em extase, foi um teste de consulta, embora o que possam pensar às vezes é bem mais complicado, ainda por cima coma agravente da Diana ter sérias dificuldades no Português, logo leitura incluida.

Quando a fui buscar à escola e íamos a pé para a escola, pois como já mencionei não tenho carta nem carro, logo o nosso trajeto para casa era a pé, é bom , muito bom devo dizer, pois durante esse trajeto conversavamos muito, e assim foi, ela disse-me a nota de Ciências e eu fiquei incrédula ela só disse:

- Mãe o profexor ( a Diana não dizia os sss) quando me entregou o teste deu-me um beijinho e os parabéns, fiquei tão envergonhada:)

Fiquei tão feliz, devo confessar que quando iniciou este ano letivo mais uma vez emagreci uns quilitos pois andava stressada com o tal medo e sem razão nenhuma, fiquei tão tranquila, e acima de tudo via que ela estava feliz, contudo não pensem que foi um mar de rosas, mas conto mais tarde, agora quero ficar com mais esta memória.

Devo acrescentar que ela teve uma excelente Diretora de Turma e isso ajudou muito, muito mesmo.

 

 

 

UM MONSTRO PERTO DE CASA

Estou toda a tremer ao escrever isto!

Fiquei agora mesmo a saber que o homem de Matosinhos que violou a filha de 9 anos é meu vizinho, companheiro de uma ex amiga minha que adotaram duas meninas.

Quando eu soube que essa minha ex amiga tinha adotado, informação dada informalmente pela assistente social, eu só disse:

- Dra só espero que Deus ajude essa crinaça

Eu disse isto pois conhecia bem essa ex amiga, conhecia-a desde infância, mas afinal o que aconteceu foi o contrário, o suposto pai era o Monstro dentro daquela casa,continuo a tremer pois conhecia a  menina, andou com a minha filha no 2º ciclo.

Ainda tremo, não consigo acreditar,pois além de violar a filha mais velha com Sindrome de Down, obrigava a outra a assistir e filmava tudo.

Continuo a dizer QUE DEUS PROTEJA ESTA CRIANÇA.

A minha filha sempre quis ter um pai, e eu sempre lhe disse que um pai não assim tão importante, teria eu razão? È óbvio que as pessoas não sou todas iguais.

Continuo a acreditar que a mãe não sabia, pois não a teria levado ao hospital, podia ter encoberto a situação de outra maneira, tendo a criança uma deficiência,  o que irá acontecer a estas crianças? Irão ficar com a mãe? Vão voltar para a instituição? Qual a melhor solução?

Tem graça, quer dizer não tem graça nenhuma mas passou-me pela cabeça se não teria sido este gajo, mas depois passou-me pois via-os e ele era muito meigo com a meninas.

Tenho as mãos a transpirar, tremo e espero nunca me cruzar com este MONSTRO.

Não culpem a Segurança social, continuo a dizer, se eu que ainda o conhecia minimamente não supunha que tal fosse acontecer, não são as assitentes sociais e as psicólogas que o vão adivinhar, pois este gajo ainda por cima era voluntário na Casa do Caminho.

LEMBRO-ME COMO SE FOSSE HOJE

De volta à Diana.

Ainda andava ela no 4º ano e no Centro de Estudos claro! sem medicação, claro!

Estou eu na sala de espera a aguardar que o "chisco" de gente acabe os TPC o que demorava uma eternidade, como já tinha dito tinha dias em que saía de lá às 8H -8H e 30  , e de repente ela abre a porta, a sala cheia de pais e corre para mim, atira o saco da escola para o chão, como sempre fazia, não tinha cuidado com nada, chega perto de mim, naquela altura eu ainda olhava para baixo agora olho-a nos olhos, ora vamos ao que interessa, olho para baixo e diz-me ela:

- Mãe tirei não satisfaz a Matemática, Português e Estudo do Meio, estás feliz?

Ficou tudo a olhar para nós à espera da minha reação pois a maioria das crianças daquele centro de estudos eram ótimos alunos,

Tal como disse olho para baixo e digo:

-Tu estás feliz filha?

- Estou mãe.

- Então se tu estás feliz eu também estou

Estavam à espera de quê? que lhe desse um sermão daqueles só para fazer boa figura, não, eu só queria e quero que seja feliz,  tudo resto são peanuts.

Lembro-me deste dia como se fosse hoje.

Filha quero que sejas acima de tudo uma EXCELENTE PESSOA, se o fores tudo o resto vem por acréscimo.

MAIS UMA HISTÓRIA DE UMA CRIANÇA ADOTADA VIOLADA PELO PAI

Ora , uma pessoa chega a casa, senta-se à mesa a almoçar, juntamente com os pais e a filha, e liga a televisão, pois os meu pais não almoçam sem ver televisão, e na TVI anunciam um caso de mais um pai adotivo que violou a filha de 11 anos, violação essa que se prolongava já há 2 naos, quer dizer, a menina tinha 9, e claro, infelizmente engravidou e teve que abortar.

Eu não falo mais uma vez sobre este assunto por a minha filha ser adotada, falo deste assunto porque ouvi mais uma vez culparem a Segurança social por este ato, meus caros após a doção efetiva, a criança é nossa e as funcionárias da Segurança Social não podem vir cá a casa quando lhes dá na real gana, o processo terminou agora basta fazer aquilo a que nos comprometemos, ser mãe, ou pai, o que fôr, no meu caso ser mãe pois foi uma adoção monoparental.

Mas falando deste caso em concreto, acham que está escrito na cara de uma mãe/ pai adotivo que ele tem uma doença, que é pedófilo? Se não fosse a filha adotiva seria a filha biológica, o Sr. tem uma doença mas ela não lhe está escrita na testa, mais uma vez disseram que a criança nada contou  à mãe pois tinha medo de voltar para a instituição, pode não ser essa a verdade, provavelmente a criança não contou porque tinha uma boa mãe, e gostava dela, pois a mãe era tão ingénua, que nunca se apercebeu do que estava a acontecer dentro da sua própria casa, pois se assim fosse não a teria levado ao hospital, onde foi confrontada com este pesadelo, e que poderia levar a pensar que seria cúmplice, mas parece não ser o caso.

Na minha modesta opinião continuo a achar que a menina não contou nada por amar a mãe, e não por medo de voltar a ser institucionalizada, onde estaria mais segura e onde não passaria por tal situação, tendo como agravante que o GAJO, não lhe posso chamar pai, senhor, um nome feio mas mas não quero estar aqui a dizer asneiras era filmado.

Já postei uma vez, às vezes é melhor devolver uma criança do que assistir a este tipo de notícia.

PENA NÃO PODERMOS PENSAR ASSIM, MAS NÃO É FÁCIL.

 

 

 

 

Infelizmente só pensamos desta maneira quando algo de muito mau acontece nas nossas vidas, pois no dia a dia as coisas não funcionam desta maneira, esquecemo-nos de aproveitar a vida, esquecemo-nos de ajudar os outros, somos um bocadinho, para não dizer bastante egoistas.

Tentamos apreciar cada momento mas o dia-a-dia não permite por muito que queiramos, esquecemo-nos de agradecer, eu pelo menos agradeço a Deus, por mais um dia , ainda me vou lembrando de o fazer, não deixar nada por dizer, às vezes não é assim tão simples porque ele há pessoas que não gostam da frontalidade, eu vivenciei esta situação na primeira pessoa e não deixar nada por fazer, o tempo não permite, as horas passam , e quando damos conta ficou tanta coisa por fazer.

MAS MESMO ASSIM OBRIGADA POR ESTAS PALAVRAS E POR TENTARES FAZER DE NÓS  PESSOAS MELHORES, MAS NÃO É ASSIM TÃO FÁCIL.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D