Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mãedocoraçãosoueu

mãedocoraçãosoueu

DIA DA MULHER HOJE!!! AI É !!! PARA MIM É TODOS OS DIAS!!!HOJE É SOBRE ÉTICA

Existem muitos caminhos, muitas ruas e ruelas, muitos atalhos que nos ajudam a mudar o mundo, mas um e apenas um é crucial, o caminho da ética.

Numa altura em que tanto se fala de paz no mundo, de perdão de concórdia, vale a pena investir no assunto e tentar perceber de que forma podemos contribuir para esta causa mundial.

A PAZ ENTRE OS HOMENS

Por norma, e Embora possam não acreditar são as minorias que fazem avançar o mundo, só mudando o nosso pequeno mundo seremos capazes de mudar o mundo à nossa volta.

Só pondo em cada gesto do dia-a-dia e acrescentando a cada palavra um profundo sentido ético, seremos capazes de fazer uma revolução pela paz, e nos dias de hoje esta é a única revolução que faz sentido.

Esta mudança provavelmente jamais será possível se não houver uma vontade individual, uma aposta de cada um e ao mesmo tempo uma aposta clectiva de recuperar valores morais que fundamentam as nossas atitudes.

Todo o ser humano deveria enquanto individuo,  membro de um grupo, de uma nação ou religião comportar-se de forma humanitária.

Todos deviamos fazê-lo de forma incondicional, sejam quais forem as nossas circunstâncias, e todos os homens/mulheres sejam eles/elas de que estrato,facção ou grupo social deviam ter a obrigação de ser solidários e tolerantes.

Resumindo, está nas nossas mãos ser mais humanos e dar mais valor aquilo que tem verdadeiramente valor.

Infelizmente e olhando para o mundo que nos rodeia estamos demasiado longe disso, estamos mais perto de um sistema preverso em que o Mal ameaça vencer o Bem.

Existem os chamados moralistas que avançam com os seus valores e códigos de conduta e tentam impô-los aos outros, ma existem também aqueles que ainda têm um olhar atento e têm o dom de observar a sua consciência e deste modo regem-se pelos grandes princípios humanitários.

Temos que defender e aplaudir aquela imensa minoria de homens e mulheres que por via da ética, da fé, dos valores humanos e dos princípios solidários são um grande exemplo a seguir, marcam a diferença na medida em que são eles que fazem avançar o mundo.

UM BEM HAJA PARA ESSAS MINORIAS

ESPELHO MEU ESPELHO MEU EXISTE ALGUÉM MAIS BELO QUE EU?

Os irmãos Grimm, quando tiveram a brilhante ideia de escrever a história da Branca de Neve e os Sete Anões, longe estavam de pensar que tal se adequaria aos nossos dias, ou terão pensado nisso?

Podemos actualizar esta versão clássica ao nosso dia a dia, o espelho que devolve uma imagem muito boa da Bruxa muito má e passar a usá-lo não para ver quem é mais bonito mas sim para quem fica mais feio.

A madrasta da Branca de Neve não suportava a ideia de existir alguém mais bonito que ela e por isso todos os dias a mesma pergunta:

"Espelho meu, espelho meu existe alguém mais belo que eu?"

Habituada que estava a reinar, odiava a enteada pelo simples facto de ter que aceitar que havia de facto alguém mais bela que ela, por isso mandou-a matar, porque queria que o espelho cobardemente lhe respondesse que ela era a mais bela.

Esta história relata, demonstra brilhantemente a ansiedade que todos temos perante o espelho.

Mesmo quando estamos bem e nos sentimos em forma precisamos do espelho para nos comprovar que é mesmo verdade, não basta os outros dizerem-no, precisamos de ouvir a nossa própria voz, neste caso a do espelho, para nos sentirmos mais confiantes.

O espelho desde já é  um objecto muito prático, quer em casa quer nas nossas carteiras,é uma ajuda preciosa para retocar a maquilhagem, ajustar o nó da gravata, ver se o vestido nos assenta bem, ou se estamos mais mais gordos ou mais magros.

Em situações mais particulares ainda o pudemos usar para nos libertarmos daquilo que nos incomoda, ampliar espaços ou refletir aquilo que nos dá mais prazer.

O que raramente alguém faz me frente ao espelho é ver-se no auge de uma discussão, ou de um ataque de mau-humor, e sabem valia a pena.

Houve laguém que se viu ao espelho, por mero acaso, enquanto discutia com a mulher, e de repente viu como era feio,ridiculo e parou, chegou à conclusão que o motivo da discussão era parvo e ficou com vergonha de tal situação.

O espelho é uma grande " arma" deviamos andar sempre com um, quando começasse o mau humor pegavamos no objecto e víamos a nossa cara amarrada, a boca crispada e provavelmente começariamos a sorrir e a ficar mais bem dispostos.

Ao ver-nos tão feios ao espelho talvez acabassem as discussões inuteis, talvez não houvesse cada vez mais mortes sem por dá cá aquela palha, só porque sim, e tal como no conto dos Irmãos Grimm acordassemos depois do beijo e vivessemos mais felizes, não digo para sempre mas durante a vida que nos resta.

O espelho dos dias de hoje é o telemóvel, todos os que fazem instastories, são tão felizes, raras são as que vejo a chorar ou a lamentar-se da vida, mas que assim seja, trnasmitem cá para fora a felicidade, felicidade essa que as pessoas têm uma grande necessidade de assistir, porque de facto de tristezas está o mundo cheio. 

Esta é a versão moderna das histórias dos contos de fadas, mas se for para ajudar os outros a serem um bocadinho mais felizes porque não?

COMO O MACACO GOSTA DE BANANA EU GOSTO DE TI!!!!

Pudim de pão e banana

Ingredientes:

3 pães de mistura

1 banana 

2 ovos

400 ml de leite

3 colheres de açucra amarelo

1 casca de limão

canela ( opcional)

 

Comecei por desfazer os pães, em pedaços pequenos.
Num tacho aqueci o leite com a casca de limão. Depois de morno, deitei por cima dos pedaços de pão e reservei.

 
 
 
FEITO

Num liquidificador bati os ovos com o açúcar. Juntei a banana cortada em pedaços e o pão ensopado no leite. Bati de novo até obter uma massa homogénea, juntei a canela, como digo é opcional , deitei numa forma de pudim (forrei o fundo com papel vegetal), quem quiser pode usar carmelo, mas acho que caramelo e banana não combinam, não vão muito à missa um como outro.
Levei a cozer no forno, em banho-maria, pode optar por cozer em banho maria num tacho com água, mas no forno é mais rápido. cerca de 1 hora a 180 graus (basta fazer o teste do palito, para saber quando está pronto).
Deve servir fresco, com fruta, por exemplo.

Uma das opções poderá ser em utilizar formas pequenas e fazer doses individuais.

Quando arrefecer virar para um prato e lembrem-se, se algo de mal acontecer, é sempre um pudim. O sabor é que conta.

Se porventura desejarem um pudim maior, dupliquem as quantidades.

Fácil e barato

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D