Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maedocoracaosoueu

Ter | 22.05.18

HÁ POR AÍ ALGURES UMA MÃE QUE NÃO SABE QUE A FILHA FEZ 16 ANOS!!!!!!!!!!!

É como uma grande nostalgia que escrevo este texto.

Há por aí algures uma mãe que não sabe que a filha fez 16 anos.

A mãe biológica da Diana como já mencionei é ou era ( pois não sei se é viva) deficiente profunda.

Fizeram-lhe mal, por isso este texto não é para o pai, nem para a família.

 Este texto é para ti, estejas onde estiveres.

A tua filha, a nossa filha fez 16 anos este mês.

Deves estar feiz.

De certeza que estás, pois tu tal como ela foste uma vítima.

Vítima das circunstâncias de uma vida que não pediste.

Tiveste uma filha que a tua família não quis cuidar.

E foi-me entregue a mim.

Pois digo-te.

Ela está bem, muito bem.

Tem á volta dela pessoas que amam profundamente.

Pessoas que se preocupam com ela.

O avô então é demais.

É feliz.

Vou-te dizer como ela é:

Alta, muito alta.

Magra muito magra.

Elegante, muito elegante.

Vaidosa.

Morena, muito morena, na escola é conhecida como e morenita.

Não sai a mim

Teimosa, é Touro, logo se não sabes vou-te dizer os Touros são teimoso.

Meiga.

Solícita, explico-te, pedes-lhe qualquer coisa e ela prontifica-se de imediato, resmunga ai como resmunga, mas faz tudo o que lhe pedes.

É doce.

Não faz mal a ninguém, não vê maldade em nada.

Tal como eu, nem um caracol ela pisa, deixa-o ir à sua vida e passa ao lado, é incapaz de fazer mal até a um caracol imagina só, é incapaz de o pisar logo estás a ver como ela é com as pessoas.

Sai a quem? 

A mim ou a ti?

Desarrumada, não sai a mim.

É preguiçosa para os estudos.

Adora ir para a escola mas apenas para estar com os amigos.

A escola para ela é diversão.

Quando era pequena acordava sempre bem disposta, agora não.

É pontual.

Incuti-lhe essa regra

Nunca chegou atrasada ás aulas.

Nunca chega atrasada aos escuteiros.

Nunca chega atrasada quando se vai encontrar com os amigos.

Não sei que mais dizer da nossa filha.

Mas onde quer que estejas, espero que estejas feliz com a nossa menina.

Ela está bem.

Eu estou a tomar conta dela por ti.

É a minha fofinha.

Chamo-lhe fofinha, pois ela é assim, um doce.

Mas também é uma safada e cansa-me a beleza.

Manda-me mensagens sem fim.

Tantas que até me cansa.

Tantas que me zango com ela.

Confesso que não foi fácil domar a fera, mas lá consegui.

Confesso que já tive que lhe dar umas palmadas, perdoa-me, mas teve que ser.

Onde quer que estejas com toda a certeza que estás a ver-nos e ris-te do que esta safada é capaz.

A tua filha fez anos.

Tem 16 .

Mais dois anos e pode ser que ela vé à tua procura.

Não sei se estás aí.

Mas onde quer que estejas, tenho toda a certeza que tu é o anjo da guarda que sempre pedi que a protejesse de todo o mal.

Continuamos com consultas no Hospital, os médicos não lhe dão alta, nem pensar, querem o melhor para ela, hoje é isto, amanhã já é aquilo, já ando nesta correria há 10 anos, há 10 anos que não saio do hospital, mas tudo o que seja para o bem dela é para o meu bem também. 

Não te preocupes pois os médicos são muito cautelosos com ela, muito atentos.

Já conhecemos de cor todos os corredores do Hospital.

Aliás a Diana conhece, pois é ela quem me guia.

Mas não faz faz mal a mãe para que serve?

É para isto mesmo, certo?

Assim e para finalizar.

Parabéns para ti.

Parabéns para mim.

Parabéns para a nossa menina

 

 

 

 

 

Ter | 22.05.18

EM DETRIMENTO!!!!!!!!!!!

Significado de Detrimento

Substantivo masculino :

Prejuízo, estrago material ou moral; perda, dano.

Não concordo muito com esta definição da palavra Detrimento.

Como mãe deixo fazer algumas coisas em detrimento da minha filha.

Não me causa dano,perda,estrago material ou moral.

Para mim prejuizo é a definição mais plausível.

Aqui no Porto começaram as  festas municipais, neste caso e no local onde moro, o Sr. de Matosinhos.

E como toda a adolescente a minha filha pede insistentemente para ir com as amigas.

Não, sozinha com as amigas não vai. Vai comigo.

Sei como a coisa funciona, já passei por isso, mas eram outros tempos, sou uma cota, sim sou, mas eram outros tempos.

Ontem foi com as amigas, mas só o permiti pois foram acompanhadas pela mãe de uma delas e o irmão.

Estas idas ao Sr. de Matosinhos têm o seu custo e não é pouco, devo dizer.

Cada divertimento são 3 euros, e por norma eles gostam de andar em mais que um e nos mais "loucos" possíveis, a minha pelo menos desde pequenina, já com 7 anos só queria esses, eu queria os aviões, aqueles que têm um pedal e que sobem e descem conforme a nossa vontade, ou o dragão, mas mesmo nesse.........medricas, até os pequeninos gostam do dragão.

Paula que vergonha, para quem andava no twister vezes consecutivas, o que se passa contigo?

É a idade, comecei a temer mais, principalmente a temer pela minha vida.

Mas a miúda não, a miúda adora a sensação, a adrelina no seu estado puro.

Faz parte.

Já passei por lá.

Depois é uma ida ao cinema, todos aqueles que têm por hábito ir ao cinema sabem o custo.

Depois são as festas de aniversário.

Isto tem sido uma alegria.

Assim sendo, deixo de fazer coisas que gosto em detrimento da minha filha.

Não quero com isto dizer que ela vá a todas, há limites, como é óbvio.

Tudo com conta peso e medida e sabendo "negociar", sim negociar.

Quer muito uma coisa, não pode fazer outra, não pode mesmo.

Mas também o permito pois como já disse num post anterior só agora é que a minha filha começou a ter amigas e a ser convidada para festas de aniversário e saídas.

Só agora com 16 anos é que ela sabe o que é a amizade e o convivio com os amigos e eu não a posso privar de tal.

Faz parte do crescimento, faz parte daquilo a que chamamos felicidade.

E ela sente-se feliz. 

E o que quer uma mãe para os seus filhos.

Que sejam felizes.

Com uma agravente, também não gosto da palavra agravante, pois esta é uma oportunidade única.

Este ano os pioneiros vão a Itália, vão ao Vaticano estão a angariar dinheiro de modo a que o custo para os pais seja o menor possível, mas é sempre uma despesa, mas esta oportunidade não a vai perder, esta não.

Logo em detrimento da felicidade da minha filha privo-me de fazer coisas que gosto.

Mas ser mãe é mesmo isto não?