Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maedocoracaosoueu

Qui | 14.06.18

ISTO É TUDO MUITO BONITO MAS!!!!!!!!!!!!

Isto é tudo muito bonito.

Sim é .

O menino é bem jeitosinho.

Sim é.

Mas tal como costumam dizer:

"Bonito por fora..................

O detergente é dos mais baratos do mercado.

Verdade.

Mas não a coisa não é bem assim.

É um detergente fraquinho.

Pode deixar um cheirinho bom na roupa mas nada mais além disso.

Mas meninas se gostam do rapazinho.

Força.

Pode ser que ele saia do garrafão de detergente tal como o mago da lâmpada mágica.

Mas não se esqueçam têm de esfregar a embalagem

Boa sorte.

Mas façam o seguinte.

Peçam ao carinha laroca para esfregar a roupa à mão antes de a colocar na máquina.

 

Qui | 14.06.18

A MINHA FILHA E A AVÓ, A AVÓ E A MINHA FILHA!!!!!!!!

Ontem a minha filha disse à avó:

-Vó, para a semana dão 30 graus, estás feita, não podes ir para o quintal, vai estar muito calor.

A avó:

-Sério filha? Então tu compraste um guarda chuva e agora vêm 30 graus?

Sim é verdade a minha filha decidiu comprar um guarda-chuva em pleno mês de Junho.

-Pois vó, estava a chover

-Filha fazes o seguinte, vais ao Domingos, dizes que és minha neta e devolves o guarda-chuva, dizes que ele te enganou, mas diz que fui eu quem mandou dizer.

Eu estava na sala e só dizia:

-Diana, ai de ti se devolves o guarda-chuva

-Oh mãe mas eu não preciso dele, já não chove.

-Diana!!!!!!!!

Volta para a cozinha e ouço a avó.

-Filha, devolve o guarda-chuva e diz ao Domingos que no Outono o vais buscar, mas ele que te devolva o dinheiro.

Eu na sala.

-Diana, não ligues à avó, ai de ti se devolves o guarda-chuva..

Hoje a minha mãe confessou que a miúda estava a achar um piadão à conversa, principalmente ao facto de eu estar a levar tudo a sério.

Estas duas.

Avó e neta.

Neta e avó.

Venha o diabo e escolha.

Por acaso a minha filha para certas situações é envergonhada.

E se não fosse?

E se fosse uma "lateira" e se devolvesse o malfadado guarda-chuva?

 

 

 

Qui | 14.06.18

DESAFIO 52 SEMANAS!!! SEMANA 24!!!

O desafio desta semana:

Casais preferidos.

Não tenho.

Todos me decepcionam.

Hoje são muito felizes, aclamam ao mundo que encontraram a cara metade para toda a vida e ...........lá vem o divórcio.

Casam nas Maldivas.

Na praia.

Tudo tão bonito que nos faz sonhar.

E agora andam ás turras pela guarda do filho ou filhos que tiveram.

Por essas e por outras os meus pais são o meu casal preferido.

Qui | 14.06.18

AS COISAS QUE NOS PASSAM PELA CABEÇA!!!!!!!!!!!!

Já estava eu a ser medicada.

A tomar o Victan.

E as malditas crises não tinham meio de abrandar.

Estou a trabalhar e lá vem mais uma.

Ligo de imediato para o meu médico.

Precisava de falar com ele urgentemente.

Lá fui para as vagas, não importava o tempo que iria esperar.

Eu preciva muito.

As minha mãos transpiravam.

Os meus sovacos também.

Trasnpirava por todos os poros, tão forte era a crise.

Precisava muito, mesmo muito falar com ele.

Lá chegou a minha vez.

Entro.

Sento-me.

E desato num pranto.

O médico ficou a olhar para mim.

Nunca me tinha visto em tal estado.

Eu sempre fui tão alegre, bem disposta.

Deixou-me chorar.

Quando acalmei  pergunta:

-Paulinha o que tens?

-Não sei.

-Porque choras?

-Queria morrer. só penso nisso, não em tirar a minha própria vida, mas se morresse não me importava.

Ficou perpelxo com as minhas palavras, e eu continuei.

-Mas eu tenho uma filha e não posso pensar assim, este tipo de pensamento não devia sequer passar pela minha cabeça.

Falamos.

Mas ele não é psicólogo ou psiquiatra.

Contudo lá me receitou outro medicamento.

Sertralina

Tomar apenas durante um mês.

Não mais que isso.

O raio do medicamento deixou-me prostrada durante uma semana.

Mas depois arrebitei.

Deixei de pensar em tal absurdo.

Fez-se um clique na minha cabeça.

E sim, num mês tudo passou.

O porquê deste pensamento?

A adopção?

A dificuldade em lidar com tudo sozinha?

O facto de continuar a trabalhar com o meu ex após separação?

Não sei explicar, mas a razão tem razões que a própria razão desconhece.

E isso é um facto.

Não sei o motivo.

Contudo conhecia pessoas que tomavam este medicamento continuamente.

Não as censuro.

Nunca.

Se precisam de o tomar, força com isso.

Eu por sorte dei a volta por cima.

Mas há pessoas que não conseguem.

Contudo não deixam de ser pessoas.

Aliás até são boas pessoas.

Provavelmente algumas há que se o tomassem poderiam ser melhores.

Conheci pessoas tão más.

Más por que sim.

Provavelmente deveriam tomar a Sertralina.

E seriam pessoas melhores.

Porque nós, o mundo precisa de pessoas melhores.

Acima de tudo no meio de tudo isto havia um amor.

Um amor incondicional.

E eu tinha por obrigação nunca desapontar a minha filha.

Este amor incondicional.