Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maedocoracaosoueu

Sab | 14.07.18

AINDA SOBRE O AMOR!!!!!!!!!!!!

Não te amo,quero-te: o amor vem d'alma.

E eu n'alma - tenho a calma,

A calma - do jazigo

Ai! Não te amo, não.

 

Não te amo, quero-te: o amor é vida.

E a vida - nem sentida

A trago comigo.

Ai! não te amo, não!

 

Ai! não te amo, não; e só te quero

de um querer bruto e fero

Que o sangue me devora,

Não chega ao coração

 

Não te amo. És bela; e eu não te amo, ó bela.

Quem ama a aziaga estrela

Que lhe luz na má hora

Da sua perdição?

 

E quero-te, e não te amo, que é forçado,

De mau feitio azado

Este indigno furor

Mas oh! não te amo não.

 

E infame sou, porque te quero; e tanto

Que de mim tenho espanto,

De ti medo e terror....

Mas amar! não te amo, não.

 

Almeida Garrett

Folhas Caídas

Sab | 14.07.18

SERÁ ISTO O AMOR!!!!!!!!!NÃO SEI!!!!!!!!!!!

O amor é simples, leve, libertador. O amor é companheirismo, presença, parceria. É reciproco, intenso e envolvente, onde só se ganha e nada se perde. Amar é doar-se por completo para alguém sem medo do que esse alguém possa fazer com você. Amar é aceitar o outro por completo sem tirar nem alterar nada. Amor é aquele tempo que a gente nem tem e mesmo assim doa. Amor é chegar em casa, depois de um dia daqueles, e mesmo assim ter motivos pra sorrir porque o outro te olha como se não tivesse te visto há anos. Amor é segurar firme a mão do outro e sentir segurança suficiente pra entender que você estará presente não só enquanto tua mão envolver a dele, mas principalmente quando vocês estiverem distantes. Amor é mergulhar em um olhar que não te afoga, é transformar um abraço em um abrigo, é morar em alguém que mesmo com tantos defeitos e diferença, não te assusta.

Amar é dormir ao lado de alguém que te cura de qualquer preocupação, é acordar com alguém que te leva pra um lugar que você não tem ideia, mas mesmo assim aceita o desafio, porque o amor é capaz de enfrentar e superar qualquer obstáculo na vida. Amar é saber que ninguém é dono de ninguém. É ficar mesmo quando a pipoca queimar, o refrigerante perder o gás ou quando o filme for repetitivo, porque o que realmente importa pro amor é selar o encontro, é eternizar o momento e fazer de um sentimento uma memória. Amar é aceitar que o outro é livre e que se pode partir a qualquer momento. É aceitar que se doer, melhor deixar ir. Se ficar confuso, melhor partir. Amor é poder ser quem você é, não precisar fingir e permitir que o outro seja quem ele é, sem aparências, sem disfarces.

Amar é querer o bem do outro sempre, é torcer pelos sonhos e vibrar quando alcançá-los. Amar é sentir a alma do outro, e por isso, não fazer mal. Amar é não machucar porque, de alguma forma que a ciência não consegue explicar, isso vai te ferir também. Amar é sentir que às vezes será melhor ficar em silêncio e compreender com um só olhar o que a alma do outro quer dizer. Amar é não ter orgulho, se desfazer de todos esses joguinhos que usamos pra não ficar por baixo e não aparentar vulnerável demais. Amar é ser vulnerável, é se desfazer de todas as armaduras e se envolver de peito aberto. Amar não é se poupar, é doar-se por inteiro. É aceitar que nem sempre você estará certo, e se estiver, amar é reivindicar, relevar e perdoar também. O amor não tem a ver com alianças, expectativas, promessas ou contratos. Na verdade, se tem uma coisa pra te dizer é que não espere que alguém seja o seu modelo ideal. O ame enquanto for reciproco, e se for amor, será liberto, e se for liberto, você não vai querer moldá-lo ou transformá-lo em alguma coisa só pra te fazer bem. Se for amor, te fará bem exatamente do jeito que é. Sem egoismo, por favor!

O amor é compreensão. É acordar cedo só pra levar café na cama. É pôr uma música baixinha pra não interromper o sono. Amar é estar a vontade, ficar porque te fazem bem e fazer bem porque isso é o mínimo que você deseja. Amar é ter uma cama enorme e acordar espremido no sofá. É fazer fazer brigadeiro e lembrar de guardar a panela porque o outro ama raspar o restinho de chocolate. Amar é apresentar novas coisas, lugares e novas pessoas. Amar é muito mais ”tô indo agora” que ”não posso ir”.

Se você diz que só consegue amar uma pessoa porque ela é daquele jeito e não consegue vê-la de um outro, você provavelmente não a ama. Você quer ficar com ela e ponto. Existe uma diferença muito grande entre amar e só ficar porque você se sente bem. Amar vai muito mais além do que achar o cabelo dela lindo ou os olhos castanhos dele atentador. Amar vai muito mais além do que aquela tatuagem de âncora no braço dele e a de cereja no ombro dela que você acha um charme. Amar é aceitar o outro hoje e entender que as pessoas tem todo direito de mudar, deixar a barba crescer, pintar o cabelo de rosa, cortar o cabelo bem curto, trocar o Rock pelo Samba. E você não deixará de amar alguém porque ele resolveu trocar Nirvana por Zeca Pagodinho, porque ele prometeu que não faria uma tatuagem e hoje quer preencher todo o braço esquerdo. Você não deixará de amar alguém só porque ganhou uns quilos a mais desde o verão passado. São outros motivos que vão te desprender de alguém.

Quero dizer que, quem ama vai entender que o outro pode mudar quando bem quiser, vai aceitar a naturalidade das coisas, vai aceitar as mudanças físicas, engordar, emagrecer demais, adoecer, não mais andar. Amar é aceitar que as pessoas mudam, que são vulneráveis aos acasos da vida e que apesar de tudo isso, o sentimento não muda, porque o amor, você sabe, é imutável.

Landê Albuquerque

Sab | 14.07.18

AS SEGUNDAS OPORTUNIDADES!!!!!!!!TÊM MUITOS NÃO SEI!!!!!!!!!!!!!

Dei-te uma segunda oportunidade.

Porquê?

Não sei.

Está tudo igual?

Tu sim, não mudaste,não aprendeste com os erros.

Eu sim,já to disse,não te amo como te amei em tempos,meu coração está ocupado,graças a ti,obrigada.

Se sinto atração?

Talvez, não sei, é provavel,conheço o teu cheiro, o teu corpo,sei-te de cor.

Se não te amo porque estou contigo?

Porque acho que tudo tem uma razão, um motivo, sou curiosa,são 22 anos com um doloroso intervalo de 4, mas são 22 anos.

Se tenho medo que me deixes novamente?

Não, é exactamente o contrário.

Se te vou deixar?

Sim se encontrar o tal.

Se vais saber?

Não, não te quero magoar, já passei por isso e sei o que sofri.

Não tenho coragem, tantas vezes tentei, tantas vezes desisti, venceste-me pelo cansaço, lá aguentamos 10 anos em comunhão de fcato e no final quem dessitiu foste tu, ainda bem, eu não atiro a toalha ao chão assim com tanta facilidade.

Serei  a mesma pessoa?

Não e tu sabes disso

É difícil uma segunda oportunidade?

Sim, mas o tempo ajuda a atenuar

Vou ficar contigo até que a morte nos separe?

Ao que parece, sim, estás a fazer por isso, por muito que te diga que procures alguém e sejas feliz.

Porque te digo estas coisas?

Porque somos muito diferentes, mas os opostos atraem-se certo? Pelo menos é o que dizem.

Tenho ciúmes da tua filha, da filha que nunca quiseste ter comigo?

Não a criança não tem culpa das asneiras dos adultos.

Tens ciúmes da minha filha?

Sim tens, mas acaba com isso, pois este é um amor sem limites que me tira o fôlego, sabes o que isso é?

Em que base nos sustemos?

Nenhuma, andamos no arame sem rede por baixo.

No que vai dar isto?

Não sei, vamos vivendo um dia de cada vez.

Mas o tempo urge.

Estamos a perder tempo um com o outro?

Talvez, mas estamos a viver, a aprender com os nossos erros, porque uma separação tem sempre dois lados, duas pessoas 2 arestas que estamos a limar.

Só que estamos a fazê-lo com lima das das unhas e não com uma lixa de papel, mais forte mais resistente.

E a nossa história qual vai ser?

Não sei, cada um escreve a sua, nós estamos a escrever a nossa.

Se vai ter um final feliz?

Não sei, não acredito em contos de fadas.

Já acreditei.

Uma coisa sei, tens quase 60 anos e tens medo de ficar só.

Deixo-te solto para que descubras o que realmente queres.

Eu gosto de relações livres.

Provavelmento sou eu quem tem mudar.

Não sei

Livres de fazer o que quero e quando quero e não ter que dar explicações.

Sempre fui asssim.

E nesta história repleta de " não sei" como irá acabar?

Não sei

É muito "não sei"

Devia ser mais "sim"

Uma história com tantos " não sei" não deve acabar bem.

POIS NÃO SEI!!!!!!!!!!!!!