Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maedocoracaosoueu

Sab | 29.09.18

OLÁ EU SOU A DIANA!!!!!!!!

Resultado de imagem para Imagens sobre o direito a reclamar

Olá eu sou a Diana.

Fui adoptada pela Paula.

Isto somos nós no Gerês.

Este é o meu sorriso de felicidade.

E sou feliz porquê?

Porque.........

Esta é a Paula, minha mãe.

Foi ela que me aceitou apesar de todos os meus problemas.

Fui adoptada?

Nem falo nisso.

Esta é a minha mãe e pronto.

E eu sou a Diana e fui abandonada pela minha família biológica, fui para uma instituição da qual já nem lembra o nome e a Paula foi-me lá buscar.

Porquê?

Não sei, nunca perguntei.

Talvez um dia pergunte, mas agora não me apetece.

Esta é a minha mãe e pronto.

Dos problemas de saúde nem vou falar, pois a minha mãe já escreveu sobre isso.

Quando fui adoptada a minha mãe inscreveu-me nos escuteiros.

Foi a melhor, aliás das melhores coisas que fez.

Sou pioneira, e adoro os escuteiros, com eles já fiz coisas que nunca pensei vir a fazer, e já viajei bastante dentro e fora do país.

E de quem é a culpa?

Da minha mãe, que sempre disse:

"Quando tiver um filho vou increvê-lo nos escuteiros"

Não me perguntem porquê.

Nem me importa pois adoro!!!!!!!!!

Obrigada mãe.

A minha mãe é uma melga, eu chamo-lhe melga.

Não gosta que tenha os cabelos compridos pois deixo-os por todo o lado, não gosta que use tops, torce o nariz quando os visto, mas cede, pergunta-me todos os dias:

-Já lavaste s dentes?

-Já tomaste a pastilha?

É uma melga.

Sou desarrumada e a minha mãe passa-se

E quando ela se passa cuidado.

São poucas as vezes mais valia serem muitas, pois quando ela se passa eu tenho medo.

São tão raras as vezes em que tal acontece que temo uma bela de uma palmada.

E ela tem razão, estou naquela idade complicada, estão a ver, 16 anos, penso que já sou gente, que já tenho vontade própria, mas não a minha mãe diz e com razão:

-Enquanto viveres debaixo do meu teto e enquanto eu te sustentar, respeitas as minhas regras.

E ponto final.

Não posso argumentar.

Aliás argumento, mas a minha mãe tem sempre razão.

Vivo com a minha mãe e com os meus avós.

Os meu avós são muito meus amigos.

O meu avô gosta de se "meter" comigo pois sabe que nunca me calo, e ele acha piada.

E quanto mais resmungo mais ele se "mete comigo" e a minha avó ralha com ele.

A minha avó defende-me quando a minha mãe não tem razão e é contra mim quando e minha mãe é condescendente, não entendo a minha avó, mas gosto dela assim, pois tem dias que nos juntamos as duas contra a minha mãe e é divertido.

Sou imatura.

Ainda gosto de ver o Ruca,a Patrulha Pata etc, mas sinto-me bem assim.

Agora tenho amigas e amigos, pois até há bem pouco tempo os meus amigos não me entendiam, devido, talvez, à minha imaturidade.

Não sabia dialogar com eles, entender as conversas deles, era tudo tão estranho, um mundo no qual não me encaixava, de todo.

Mas agora já encaixo.

Já vou a casa de amigas.

Já durmo lá.

Já vamos ao cinema.

Já vamos ao shopping.

Já tenho a vida de uma adolescente de 16 anos.

A minha vida está a mudar devagar, mas gosto desta mudança.

Contudo tenho um fiscal, a minha mãe.

Não sei como mas ela tem um dedo que adivinha, nada lhe escapa  e lá vem sermão e lá vem ameaça de castigo, por agora são apenas ameaças, mas quando o tico e o teco lhe pararem não sei.

É engraçado como não sendo filha biológica da minha mãe me pareço tanto com ela, engraçado como ela me lê os pensamentos, engraçado como ela sente que algo não está bem e eu sei que ela vê o meu facebook e o meu messenger e quando as coisas não lhe agradam ela vem ter uma daquelas conversas comigo e eu mais uma vez, tremo da cabeça aos pés, pois ela diz que se alguém vier bater à porta a perguntar por mim, sou eu quem vai atender e o que acontecer aconteceu, estará a falar verdade? Fico sempre na dúvida pois já vos falei do Tico e do Teco.

Eu sei que é para me proteger, mas mesmo assim................

Mas há uma coisa que me irrita na minha mãe.

É sempre a favor dos professores e contra mim.

Nunca me defende.

É contra os meus colegas de turma.

Não a entendo, a sério gostaria de a entender mas não entendo.

Eu sei que eles se portararam mal, mas não é motivo para não querer ouvir falar deles quando os defendo.

Foi a minha mãe que me deu uma família, primas, primos, tias, tios, amigas, amigos, pessoas que no inicio acharam tudo muito estranho mas que agora a cada telefonema:

-E a Diana como está? A Diana pode vir passar um fim de semana com as primas?

É tão bom ter isto tudo.

Não tenho pai, já sofri com isso mas agora nem ligo, mas a minha mãe já escreveu sobre esse assunto logo não vos vou chatear, foi uma fase, uma fase complicada para a minha mãe, mas ela conseguiu ultrapassá-la e eu também.

Sei que fui uma filha complicada.

Sei que muitos dos cabelos brancos da minha mãe se devem a mim.

Mas ela pinta, sempre pintou.

Só espero continuar a ser a filha que sou.

Só espero não a desiludir.

Só espero nunca a ver sofrer por minha causa.

Faço tudo por isso.

Pelo menos tento.

Mas não posso fazer promessas que não posso cumprir, pois a vida dá muitas voltas.

E por muito forte que a minha mãe seja, ela não é a super-mulher.

Ela é uma mulher, mãe como todas as outras e que sozinha faz tudo por tudo para que eu seja alguém na vida.

Mas confesso que ainda não tenho essa noção.

Espero que a minha mãe continue a escrever para vos dizer.

A minha filha é...............

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Qui | 27.09.18

A MINHA FILHA MATOU-ME PELA TERCEIRA VEZ!!!!!!!!!

Ontem à hora do jantar.

-Mãe tive furo a história.

-Ai sim.

-Sim e a professora disse na primeira aula que nunca ia faltar.

-Pode estar doente.

-Doente mãe, achas?

-Sim as pessoas adoecem.

-Não a professora não está doente pois disse que nunca ia faltar.

Reflecti, pois para explicar qualquer coisa á minha filha é preciso pensar bem no que vamos dizer.

E tive uma epifania.

-Sabes filha por esse motivo existe um ditado popular que diz "nunca digas nunca"

Ficou olhar para mim.

-Percebeste o significado do ditado popular?

-Não.

-Quer dizer que eu ou tu nunca devemos dizer nunca pois não sabemos o que poderá acontecer.

-Mãe não tem nada a ver

-Porque?

-Porque tu disseste eu ou tu e quem disse isso foi a professora de História, não tem nada a ver, não fui eu nem foste tu.

Desisto, a sério, desisto

 

Qui | 27.09.18

A MINHA CASA!!!!!!!!!!!!!O MEU PORTO SEGURO!!!!!!!!!!

Como é bom voltar para casa, mesmo depois do trabalho,mesmo depois de uma saída à noite, mesmo depois de uma saída com a filha, é para lá que ela quer voltar, sempre a pedir.

-Mãe vamos para casa.

De volta para casa, é lá o nosso lugar, onde me sentimos completas, somos quem eu somos e ninguém nos julga.

É lá que o nosso coração está, nossa alegria tem mais forças para se alimentar.

E vivemos da maneira que realmente somos.

Lá, nada nos deixa fora do nosso mundo.

O aconchego que sentimos é grande e seguro.

É o nosso lar, nossa alegria, nossa desordem organizada que faz de nós pura tranquilidade.

Estar no lugar onde nos sentimos à vontade e somos felizes.

Onde ela se sente segura.

Para a minha filha o lar é o seu porto seguro.

Para mim é aqui me sinto inteira, que parece que os problemas são pequenos demais para me atingir.

Sinto uma força imensurável, parece que é a segurança de que nada me faltará desde que eu esteja ali.

Um lar é mais do que uma casa onde pessoas da mesma família convivem.

É algo muito maior, é aconchego, amor e cumplicidade.

É o lugar onde há uma fraternidade, como um abraço quente de um alguém especial.

É lá que somos quem verdadeiramente somos, desde o acordar até o momento de dormir.

O nosso lar é a nossa fonte de felicidade, local onde somos inteiros, sem meias verdades.

A vida de uma pessoa é tão importante quanto ter o seu próprio canto, o lugar onde se sente feliz e seguro, mesmo que seja inseguro aos olhos humanos.

Somente um lar tem esse poder, o de cuidar de um coração que mesmo cansado sabe onde deve estar.

Meu mundo, minha casa, é para lá que eu sempre voltarei, esteja onde estiver, os meus pés sempre caminharão na sua direção no final das contas.

Encontra o teu coração e verás que onde ele está é realmente no seu lar.

Então, se estiver no lugar errado, que tal voltar para casa?

Ainda há tempo, aproveita e faz-te feliz mais uma vez no lugar do qual sempre serás recebido de braços abertos.

Pode parecer uma palermice, mas quem nunca saiu do seu lar nunca sentiu essa falta de encontrar novamente a sua essência e o seu coração, que não deixou de amar o seu lugar de origem ou onde sua paz faz morada.

Mesmo quando morava com o meu companheiro, quanndo saía do trabalho era para lá que os meu pés me conduziam, em piloto automático.

 

 

 

 

Ter | 25.09.18

UMA CARTA PARA TI!!!!!!!!!!!PORQUE NADA SE COMPARA CONTIGO!!!!!!!!!!

 

Eu sei que não nos conhecemos muito bem e não quero te assustar.

Antes de mais, precisamos entender que antes de nos vermos e nos apaixonarmos, sim porque mãe e filha també se apaixonam, eu e tu tivemos uma história, uma vida.

E para falar a verdade, chegar ao ponto de estar aqui, e abrir-me contigo, não é fácil.

Mas eu estou aqui.

Carrego marcas muito profundas de amores que vivi.

E cada uma dessas marcas tem uma história muito forte.

Para estares comigo, precisas saber. Precisa entender que se eu recuo, não é por tua causa, mas é a minha maneira de me proteger.

Precisas entender que não tenho medo do amor, mas muito receio do que do que as pessoas podem fazer com ele.

Precisas saber que as minhas inseguranças são provenientes de anos e anos de dúvidas, mentiras, traições…

E que, se estou a partilhar isto contigo, neste momento, é porque as fraquezas que me tornaram a mulher que sou hoje.

Isto na esperança de que entendas que o problema não és tu, mas que tenhas respeito e atenção comigo e os meus sentimentos.

Precisas entender que às vezes eu vou ficar emocionada com alguma coisa que disseres ou não disseres, ou com um filme qualquer que estejamos a ver na televisão.

No mundo de hoje, não é muito comum alguém se emocionar com um abraço, ou um beijo roubado logo pela manhã.

Mas só depois de passar pelo que eu passei é possível entender como essas pequenas coisas são importantes.

Então sim, emociono-me muitas vezes.

 

Precisas entender que passei muitas noites acordada, a tentar entender as razões e os porquês de certos acontecimentos.

E que em muitas situações  me culpei.

Demorei muito tempo para entender que precisava passar por tudo aquilo para me tornar a mulher forte, perseverante, feliz e grata que está aqui na tua frente.

O meu coração é um terreno muito fértil.

Porém, foi muito maltratado pelo tempo e por quem passou por ele, então tornou-se uma terra com muito potencial, mas coberta por uma camada de proteção.

E para fazer com que ela volte a germinar, florescer e dar frutos para outra pessoa, é preciso que tu entendas que por aqui deves caminhar com muito, muito cuidado.

Deves regar com carinho diariamente, adubar com amor, proteger, sim porque eu preciso de proteção.

Não sou só eu que tenho obrigações, tu também tens.

E assim tu vais conhecer o melhor de mim e vamos compartilhar momentos incríveis.

Vamos compartilhar uma vida.

Entendo se quiseres parar por aqui.

Não gostaria, mas entendo e não vou te impedir.

Porém, se me deres à mão e resolver seguir em frente comigo, quero que saibas que serei uma mulher muito feliz.

Uma mãe muito feliz.

E tenho a certeza de que, se estou aqui na tua frente hoje, é porque decidi e quero compartilhar esta felicidade contigo.

Uma felicidade diária e genuína, construída com bases muito sólidas, conquistadas dia após dia.

Só peço que tenhas os mesmos cuidados com as minhas feridas assim como tenho com as tuas e não vou mais olhar para trás.

E é este o trabalho que faço diariamente.

Eu vou dividir o melhor de mim contigo.

Só peço que toques o meu coração com cuidado.

Mas posso dizer.

És única.

És tu.

És minha.

E nada se compara contigo.

Ter | 25.09.18

E ASSIM SOU EU VIRGEM!!!!!!!!!!!!

Sempre tive curiosidade em ler signos e conhecer as características que definem cada um deles.

Aqui fica um registo do meu e das que me dizem respeito, que na verdade representam, exceptuando pequenos pormenores, uma amostra fidedigna da minha personalidade. Comprove quem me conhece...

 

 

Normalmente pensamos que a mulher virgem é aquela donzela vestida de branco, pura e muito frágil. Mas esta ideia não corresponde minimamente à verdade. Segundo o horóscopo que nos define, a mulher de virgem pode largar tudo, inclusive o companheiro, para seguir uma nova paixão sem dar a mínima importância aos comentários ou julgamentos.

 

Quando se trata de ir em busca da felicidade, ela é uma mulher muito determinada. Uma vez que aceitou um amor como verdadeiro este amor estará acima de tudo. Ela é a única mulher capaz de ser terrivelmente prática e divinamente romântica.

Apesar de ser uma mulher determinada, não é do tipo que se atira de cabeça sem perder um bom tempo a analisar o que deve ser feito. Também não é uma mulher que gosta de chamar a atenção como a leonina, ou que gosta de aventuras e mudanças bruscas. Pelo contrário, para ela tudo deve ter uma certa lógica e um motivo. [exceptuando a parte de não gostamos de aventuras, tudo parece estar efectivamente certo...]

 

Não esperem vê-la lutar por uma causa, fazer discursos ou escalar montanhas com o seu namorado apenas para estar ao seu lado. Ela é uma mulher que gosta do sossego e não é muito afeita a aglomerações.

Por norma costuma ter um gosto afinado para as artes e forma de vestir. Ela parece ter nascido com um gosto aprimorado para as roupas; pouco afeito a extravagâncias. É sobretudo muito eloquente e sóbria. Estará sempre bonita e elegante.

 

No trabalho, é persistente e prática, e descobrirá os pequenos erros que até um perito deixaria passar. Quando se entrega a uma tarefa o resultado será sempre o melhor. Se se envolver com esta mulher, ela vai-se encarregar de todas as suas preocupações e provavelmente terá prazer nisto. É a mulher perfeita para se discutir orçamentos ou planos para o futuro. O que pode parecer um tédio para outras mulheres, para ela será sempre um prazer. A mulher virgem gosta de debatar assuntos, de discutir de forma saudável.

 

A preocupação é algo natural para ela. Simplesmente não consegue relaxar completamente.

Mas não esperem vê-la com uma fisionomia carregada ou carrancuda.

Normalmente tem uma aparência serena e sempre o mesmo sorriso discreto e olhar tranquilo. Mas mesmo possuindo este auto-controlo e este comportamento sereno, ela costuma ser devorada por ansiedades que nem o mais íntimo dos seus amigos conhece.

 

Apesar de ser uma perfeccionista, não quer dizer que seja perfeita.

Ela tem os seus defeitos e estes podem ser muito irritantes.

Acha sempre que ninguém consegue fazer as coisas com tanta ordem e eficiência quanto ela.

E a verdade é que muitas vezes tem razão.

 

A virginiana detesta quando é criticada abertamente.

Se ela errar, digam-lhe com muito tato para não perderem a sua amizade.

Quando se trata de admitir que está errada, esta mulher parece sofrer um bloqueio mental.

Tem mais facilidade em criticar os defeitos dos outros do que em aceitar os seus próprios.

Não que se ache perfeita. A virginiana é sempre muito crítica em relação à sua aparência, trabalho, alimentação e amor.

Para ela não existe meio termo: ou consegue o melhor ou tem apenas o pior.

 

Também não esperem vê-la sonhar ou ter ilusões sobre as pessoas mesmo quando está apaixonada.

Ela é muito “pé no chão” e muito prática para se deixar levar por sonhos.

Nem a taurina consegue ser tão prática quanto ela.

Nem mesmo o amor consegue cobrir os seus olhos e impedir que ela veja os defeitos e falhas do companheiro, durante o relacionamento.

 

Demonstrações dramáticas de amor, promessas sentimentais e exagero, não só deixarão a mulher virgem entediada, como podem assustá-la a ponto de nunca mais aparecer.

Mas o seu coração pode amolecer se for conquistada aos poucos.

Existem muitas formas de se conquistar esta mulher e manter a sua paixão. A agressividade, no entanto, não é uma delas.

A virginiana busca mais a harmonia e a tranquilidade num relacionamento do que paixões loucas e amores impossíveis.

 

Também não é muito comum vê-la chorar por um amor do passado ou entregar-se a um amor platónico.

Para ela o que importa é o que está ao seu alcance e o que acabou tem que ser enterrado para que outro homem ocupe o lugar vago.

Mesmo que uma decepção amorosa tenha causado muita dor no seu coração, ela consegue disciplinar os seus sentimentos e emoções a ponto de parecer que o rompimento lhe é indiferente.

Ela vai sofrer por dentro, mas este sofrimento não vai durar muito.

Ela dificilmente vai-se deixar levar pela ilusão de que colando os pedaços conseguirá refazer o que não tem mais conserto.

 

A mulher virgem dedica-se totalmente àqueles em quem confia e as pequeninas coisas podem significar muito para ela.

 

Apesar de sua timidez e tranquilidade, é bastante firme e forte para que os outros encontrem nela um porto seguro.

A sua coragem e senso de responsabilidade costumam servir de conforto para as pessoas que ama, sobretudo quando as coisas não estão bem.

Pág. 1/6