Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

maedocoracaosoueu

Seg | 28.05.18

AS COISAS QUE DESCOBRIMOS!!!!!!!!!!!

Estava eu a lmpar o pó aos meus livros quando descubro um texto que escrevi tinha eu 24 anos.

Meu Deus.

Foi quando terminou o meu primeiro namoro.

São palavras com 22 anos.

Sem dúvida, sempre gostei de escrever, gostava de exteriorizar tudo para o papel, sempre,provavelmente ainda encontrarei mais.

Passo a transcrever.

"Vivo num corpo que não sei se é meu.

Não acredito que um corpo mereça sofrer tanto.

Este corpo e esta alma deambulam por este mundo cheio de ins.

Imperfeito.

Infeliz.

Impiedoso.

Sinto que vou para algum lado.

Para onde, não sei.

Sinto que faço algo mas porquê não sei.

Dou vida a este corpo, ressuscito esta alma que não sei se é minha e deambulo por aí.

Esta alma procura algo e não encontra, nem sabe se alguma vez encontrará.

É dificil, é penoso, não sei se o corpo aguentará esta procura incessante que não está a levar a lado nehum.

Acho que já nada encontrarei.

Também não sei se procurei bem.

Vivi num mundo de sonhos e ao fim de quato anos vi-me obrigada a encarar esta realidade, medonha realidade.

Não sei o que fazer.

Não sei para onde vou.

"Há males que vêm por bem", dizem.

Quanto a mim há males que vêm para nos dizimar, destruir, desabar, descobrir que nada somos.

Que estamos aqui por estar.

Tive a minha oportunidade e desperdicei-a, paciência.

Não sabia que estava a ser testada, que estava sob estudo, cobaia de quem não sei.

Perdi a minha oportunidade que foi dada a outra.

Outra que foi bem mais esperta que eu.

Aproveitou-a.

Bravo!!!

Parabéns sê feliz por mim pessoa, aproveita o que te dão, pois não imaginas o quão triste é estar só,triste e sem rumo na vida.

Quando criamos espectativas e sonhos temos neles o nosso actor principal, é dificil, quase impossível arranjar outro igual.

Sonhar com outro, não, já nada se enquadra dentro daquilo que sonhamos.

É a  peça do puzzle que faltará sempre e por isso nunca ficará completo.

É um puzzle com 999 peças,.

Não serve para nada.

É para deitar fora.

Vou deitar fora o meu puzzle.

Não consigo encontrar a peça que falta.

E está a ficar tarde.

O tempo destinado a acabar o jogo terminou.

Perdi.

Já nada posso fazer a não ser ficar quieta, à espera.

Continuo à espera.

Quem me vem buscar?

Não sei se aguento.

Terei que ser eu a tomar a iniciativa?

De ir sozinha?.

Tenho medo.

Não tenho coragem.

Quem sabe um dia.

Talvez já amanhã."

AS COISA QUE DESCOBRIMOS!!!!!!!!!

LAMECHAS NÃO??

PENSEI QUE O MUNDO IA ACABAR.

PENSEI QUE NÃO IA ENCONTRAR ALGUÉM.

TÃO INGÉNUA 

COM 24 ANOS TÃO INGÉNUA.

MUDEI TANTO. 

A MINHA VIDA MUDOU TANTO.

MAS ADOREI LER ESTE MEU TEXTO, COM LETRA MUITO REDONDA, LETRA QUE NADA TEM A VER COM A DE AGORA.

ADEUS PAULA COM 25 ANOS.

OLÁ PAULA COM 46.

VOU GUARDAR ESTA PRECIOSIDADE NO MESMO SÍTIO QUE ENCONTREI.

DENTRO DE UM LIVRO

 

 

 

4 comentários

Comentar post