Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

maedocoracaosoueu

Qua | 21.03.18

EU TENHO O DIREITO DE PROCURAR A MINHA HISTÓRIA!!!!

Quando adoptei a minha filha uma das clausulas do requerimento era:

"Permite que a criança quando chegar à maior idade procure a familia biológica?

Nem hesitei e respondi: SIm.

A Diana tem todo o direito de saber o porquê de a terem abadonado, porque não houve ninguém da familia que ficasse com ela, se é que tem familia,claro!!!

Aos dezoito anos tem todo o direito de ir à procura, nem que seja através de um canal e televisão, se não o conseguir fazer sozinha, se me perguntarem:

-E vai com ela?

-Não, não vou

Ele há coisas que não aceito e sendo como sou, nunca iria aceitar toda e qualquer desculpa que lhe dessem

Vai sofrer quando souber, sim vai, pois a história dela não é fácil de digerir, mas provavelmente será aí que ela irá descobrir que afinal o mundo não é côr de rosa, tal como ela o vê agora, é negro, muito negro, mas com 18  anos ou mais, não sei, poderá não ser aos 18, acho que ela vai aguentar, se não, eu estou aqui, estarei sempre aqui.

Sinceramente e do fundo do meu coração gostava que ela não tivesse essa vontade, mas tem esse direito, que não lhe pode ser negado.

O que vai descobrir?

Coisas sórdidas, do pouco que me foi dito pela Segurança Social, pois eles não se podem alargar muito, não convém, tudo está em segredo de justiça., pouco pode ser revelado, e além disso há algumas coisas que são meramente suposições, mas não quero falar delas, pois quando a minha filha se lembrar de ler o blog da mãe vai querer saber o que são as coisas sórdidas, e eu não quero contar. É passado, e o passado é para esquecer para ajudar a seguir em frente, senão é tal e qual uma corrente que nos aprisiona, e limita os nossos passos em direcção ao futuro, e a minha filha não deve ficar limitada, tem que abrir as asas e voar, procurar o seu caminho.

É tão grande o amor que ela tem por esta famíla, por tudo o que agora faz parte do seu mundo que eu espero nunca queira ela descobrir o que está do outro lado do espelho.

Poderá ser contraditório dizer isto após o post anterior, mas a minha filha tem um passado e isso ninguém lho tira.

Mas também tem um presente e um futuro, e o passado poderá escurecer o futuro, não vás à pocura, não queiras. 

Se penso na mãe biológica? Falo dela principalmente quando tenho que falar do deficit cognitivo da Diana que foi herdado dela, sim, é a única vez em que por vezes dou por mim a pensar, mas vou ser sincera são poucas, pois é tal a aceitação de que esta criança é minha que esqueço tudo o que está para trás, serei um pessoa cruel?

NÃO SOU A MÃE DA DIANA!!!!!!!!!!!!

8 comentários

Comentar post