Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

maedocoracaosoueu

Dom | 20.05.18

ISTO DE SER BLOGGER TEM MUITO QUE SE LHE DIGA!!!!

Isto de ser blogger tem muito que se lhe diga.

Sigo algumas bloggers Portugesas, mas sinceramente sigo mais estrangeiras e que tenham tudo a ver com decoração.

São fantásticas e as ideias para decorar a casa!!!!

Do outro mundo!!!!

Acima de tudo muito simpáticas.

Mas o cerne da questão não é este.

Uma blogger potuguesa colocou no instagram este medicamento.

Resultado de imagem para viterra imagens

E como na Primavera e no Outono eu preciso de vitaminas, perguntei se era bom, respondeu que ainda ia experimentar .

Entretanto uma outra blogger queixa-se do cansaço e quando vou espreitar, pimba lá estava este, e foi aí que me deu um clique.

Ok isto é um post pago pela marca, até que ponto será bom?

Não sou contra o serem pagas para anunciar produtos, muito pelo contrário, é o trabalho delas.

Entretanto ao visitar o blog da mami.blogs.sapo.pt e vejo este:

 

Meritene Regeneris Sabor Naranja 20 Sobres

Fui à famácia informei-me como é óbvio e comprei.

Estou a sentir-me bem com ele.

A Mami devia receber por ter feito publicidade a este medicamento, merecia com todo o mérito.

Isto de ser blogger influenciadora tem muito que se lhe diga.

Umas vezes publicitam um creme do rosto, e lá vai o pessoal comprar, passadas umas semanas, um outro creme, bem começamos a ficar baralhadas, mas afinal qual é o melhor?

Depois vem um sérum, vai uma pessoa à farmácia e quando lá chega só não se atira para o chão por vergonha, o sérum custa 100 euro ou mais, mas quem é que tem 100 euros para dar por um sérum?

Depois vêm os cremes e gel de banho para crianças, hoje é um, amanhã já é outro.

Provavelmente há muita gente que não tem esse dinheiro mas compra.

Isto não se aplica apenas a medicamentos ou cremes do rosto, mas sim a tudo.

Até que ponto é que nos influenciam de verdade?

Muito, devo dizer, pois há muita gente que as segue, e quando digo segue, digo seguem cegamente a ponto de gastar o que têm e o que não têm para comprar os produtos.

Neste mundo virtual é preciso ter os pés bem assentes na terra pois se não o fizermos lá se vai o orçamento.

Podem dizer:

És uma invejosa.

Não.

Sou cautelosa.

O dinheiro não cresce nas árvores, ai que bom que era se crescesse, gastavamos este mundo e o outro em produtos, tanto, que nem teríamos lugar para os guardar.

E já não falo das fashion bloggers, meu Deus eu que adoro roupa.

Não minha gente os pezinhos bem assentes na terra.

 

 

7 comentários

Comentar post