Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

maedocoracaosoueu

Sab | 24.03.18

LINDA !!! LINDA!!!ESTA PALAVRA QUE TE DOU!!!

Confesso que não ne recordo quando a Diana me começou a chamar mãe, não registei nem dia, mês, aceitei este nome tão naturalmente como se ela fosse a minha bébé e começasse a falar, e a primeira palavra fosse essa.

Mas ante disto acontecer a assistente social ligou para saber se estava tudo a correr bem e perguntou de imediato se a Diana já me chamava mãe, e eu disse a verdade, não, não me chama, indignada, passou-se porque na opinião dela a Diana já o devia ter feito, a minha opinião era bastante diferente, quando a criança me visse como mãe começaria a pronunciar a palavra, ela tinha tanta informação para processar, que há que dar tempo ao tempo, e de repente, BAM!!!! Mãe, Mãe Mãe.

O mais caricato é que após me começar a chamar mãe e como era uma tagarela era mãe a todo o minuto, Oh Mãe, Mãe, Mãe, bastava eu estar distraida com algo que ela repetia a palavra sem exagero uma 5 vezes, ainda hoje o faz, às vezes estou com o pensamento em outro sitio e como não a estou a ouvir, ela sabe, lá começa, Mãe, Mãe, Mãe " não ouviste nada do que te disse pois não?"

"Não filha repete outra vez" e assim o faz.

No trajeto de casa até à escola e meu respetivo emprego,  mesmo ao lado, e na boleia do meu pai pois eu não conduzo, ainda sem o efeito da medicação ela repetia a palavra Mãe, mais de 5 vezes era impressionante, esta palavra esteve presa no coraçãosito dela durante tanto tempo e agora estava a expulsá-la mas de uma maneira vertiginosa.

O meu pai no trajeto disse 2 coisas que jamais esquecerei::

 - Como te sentes ao ovi-la chamar-te mãe? 

  - Normal pai, é como se já mo chamasse desde sempre

   ( A  mais engraçada de todas)

- Se eu fizesse uma viagem de carro com vocês até ao Algarve, a meio do caminho, nem tanto, dava a volta e vinha para trás, é que a miúda parece um papagaio e gasta-te o nome ( Mãe), eu ficava louco.

Na minha oipinião, não há um timming para a criança, quando ela assim o desejar e sentir inicia o processo, mentaliza, pois não deve ser fácil para uma criança que não nos conhece de lado nenhum, chamar-nos Mãe, só porque sim.

A palavra Mãe vem juntamento com o Amor que ela começa a sentir por nós, vem com o sentimento de que daqui já não sai,que vai ficar para sempre,quando sente que é amada de verdade e que isto não é uma brincadeira,que não passa de um sonho do qual vai acordar e vai voltar ao sítio onde sempre esteve, que é realidade, a realidade da vida dela, até lá existe a dúvida, sim porque eles também têm dúvidas, só e apenas quando já têm tudo como uma dado adquirido.

E lá me deu a palavra mais linda:  MÃE!!!

Se me perguntarem quando lhe comecei a chamar filha, também não me recordo, possivelmente só o fiz quando senti o mesmo que ela.

Desde o inicio começou a chamar os meus pais por avô e avó, o porquê não sei, talvez exista algures um livro que o possa explicar, mas não estou interessada em comprá-lo.

 Há coisa que nos ficam gravadas e não se apagam, vão para a gavetinha do lado direito, sabem aquela onde guardamos as boas memórias, vocês sabem qual é.