Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

maedocoracaosoueu

Qui | 26.04.18

O PRINCÍPIO DO FIM!!!!!!!!!

O N fazia anos.

Em dez anos raramente festejei o dia de aniversário com o N

Tinha um amigo cujo filho fazia naos no mesmo dia e festejava com eles.

Só me convidaram já namoravamos há 5 anos.

Sou orgulhosa, quando convidaram não fui, nunca fui, eu era namorada dele há muito tempo porquê só passados cinco anos?

Continuo a dizer, sou muito orgulhosa, sempre fui. Raio de feitio

Se ele ficava chateado?

Nunca o demonstrou.

Era homem de poucas palavras, sempre foi, eu falava pelos dois.

Entretanto num ano qualquer e no dia do aniversário diz que o quer celebrar comigo e com a filha.

Jantar os três, bom muito bom.

Aceitei.

Mas depois liga a dizer que vão mais pessoas.

Vi o caso mal parado, já adivinhava!!

Liguei a uma amiga que aceitou vir jantar connosco.

Foi a minha salvação, iria ter companhia.

A filha quando ele me foi buscar viu na minha expressão que eu não estava nada agradada.

Disse:

-O pai convidou a Mariana, a Mariana trata o pai por você e por " o menino"

Comecei a ferver, nada disse, doce L que nem se apercebeu que não devia ter dito tal coisa, mais uma "betinha" a juntar à festa.

Não tenho nada contra, atenção, mas não era a minha "praia", não sei lidar com estas pessoas, pois sei que me vou rir, comentar ou até mesmo ser desagradável.

Á festa juntou-se a irmã dele, vá lá menos mal.

Fiquei na ponta da mesa o mais longe possível de todos os outros, junto com a minha amiga, a L e a irmã dele.

Vi que me "avaliavam" pois nunca me conheceram, aminha amiga também reparou, falavam de mim, não ouvi mas a minha amiga ouviu.

Portei-me bem, sério que me portei.

Jantamos, bebeu-se mais do que se comeu, a minha amiga bebeu água.

No final do jantar queriam ir a um bar.

Eu queria ir para casa com a L que já dormia no meu colo.

-Vamos fazer contas,dizem, são 25 euros.

-Não não são a minha amiga bebeu água, não vai pagar 25 euros.

A minha amiga começou a acalmar-me e não se importava de pagar.

-Não, não bebeste sangria de champanhe, não bebeste vinho, não pagas 25 euros.

Entretanto ouço.

-A Paula não  está habituada a estes jantares.

Começei a ferver mas a minha amiga acalmou-me, era o aniversário do N .

Fomos para casa, a pequenita já dormia ,ele não foi para o bar.

Os amigos como é óbvio não ficaram meus fãs.

Não estava nada preocupada.

Mas como é óbvio as opiniões acerca da minha pessoa eram más.

Começaram a manifestá-lo

Ele além de muito calado é muito influenciável.

Foi pelas opiniões dos amigos.

Em Dezembro ele terminou tudo sem dar uma explicação plausivel.

A minha amiga avisou-me, o que eu tinha feita só me iria prejuducar.

Não concordei.

Ela afinal tinha razão.

Aquele dia foi o princípio do fim.