Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

maedocoracaosoueu

Ter | 30.10.18

OLÁ EU SOU A DIANA!!!!A MINHA MÃE CONHECE-ME TÃO BEM!!!!!!!!!

Olá eu sou a Diana.

A minha mãe no Sábado à hora do almoço perguntou-me se eu iria para outro país com ela.

A minha mãe pondera ir trabalhar para outro país.

Eu respondi de imediato que não.

A minha mãe perguntou porquê.

Eu respondi que não a queria aturar.

Mas não era bem isto que eu queria dizer.

Eu queria dizer que gosto da casa onde vivo, da escola onde estudo, do sítio onde moro,dos amigos que já tenho, das pessoas que conheço, este é o meu mundo, não outro país qualquer.

Não conheço outro mundo que não este.

Foi aqui que encontrei a felicidade.

A minha mãe disse que eu tinha que ir com ela, era obrigatório.

E os meus avós?

Fico com os meus avós.

Eles precisam de alguém que cuide deles, estão a ficar velhinhos.

Os avós não duram para sempre.

Diz a minha mãe.

Pois nem as mães.

Pensei eu, mas não disse.

Mas eu quero ficar com os meus avós.

Foi o que eu disse.

Disse também que se me obrigasse eu atirava-me da varanda.

A minha avó entrou em pânico.

O meu avô pela primeira vez calou-se.

A minha mãe não, quis saber mais.

Quis saber o porquê de ter dito tal coisa.

Eu respondi que me atirava mas amarrava uma corda.

A minha avó mais uma vez panicou.

O meu avô mais uma vez calou-se.

O meu avô nunca se cala.

O que terei dito que os chocou tanto?

A minha mãe continuou e perguntou onde iria eu amarrar a corda.

Eu respondi que amarraria à cintura, como se faz nas actividades dos escuteiros.

A minha mãe riu-se.

A minha mãe conhece-me tão bem.

A minha mãe sabia que iria sair um disparate desta boca.

A minha avó riu.

O meu avô também.

Perceberam que eu queria dizer que fugia e depois voltaria assim que a minha mãe partisse para outro país.

E fugiria para onde?

Nem pensei nisso, disse aquilo sem pensar.

Era isto que eu queria dizer e só a minha mãe compreendeu.

A minha mãe com esta conversa não deixou de sorrir.

Pois a minha mãe conhece-me tão bem.

Ainda falam dos filhos biológicos.

Eu sou adoptada, e no entanto a minha mãe parece que está dentro da minha cabeça, lê os pensamentos, decifra-os, como é que ela o faz não sei, acho que ela tem um dom, nunca lhe disse isto mas ela só pode ter um dom.

Mas sei que o facto de estar desempregada ajuda nesse sentido, está mais alerta.

Mas eu também tenho um dom.

Sei que a minha mãe não vai para fora por minha causa.

Sei que ela não me deixaria, embora saiba que mais tarde ou mais cedo eu vou deixar o ninho.

Mas ser mãe é isto, não?

Sabe que eu iria sofrer.

Mãe não te preocupes, não tens que ir para outro país pois vai tudo correr bem.

E digo isto porque tenho um dom e sei que vai tudo correr bem.

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post