Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mãedocoraçãosoueu

mãedocoraçãosoueu

OS PAIS É QUE MANDAM A CABELEIREIRA OBEDECE!!!!!!!!!!!!EU NÃO MANDO NADA!!!!MAS QUEM É QUE PAGO!!!!

Hoje fui à cabeleireira.

Quando lá cheguei:

-Eduarda quero pintar o cabelo de preto, estou farta de ser loura.

A Eduarda

-Estás louca preto nem pensar.

Eu

-Porque?

-É muito radical 

Eu

-Ok, castanho muito escuro.

-Ok castanho escuro já concordo.

Entretanto diz a Eduarda:

-Oh Paula tu és muito radical, és um espectáculo.

Lá escolhemos a cor, castanho muito escuro, se formos a ver é quase preto.

Entretanto diz a Eduarda:

-Paula no outro dia encontrei o teu pai no café e ele veio ter comigo e muito baixinho disse-me:

-Dona Eduarda não faça a vontade à mnha filha, não gostei do último corte, não gostei que ela rapasse um dos lados, não gostei de ver, a minha filha tem umas ideias muito malucas, mete-se-lhe uma coisa na cabeça e faz, nem pensa.

Passados uns dias vai a minha mãe à cabeleireira

-Eduarda, não faça as vontades à minha filha, tem algum jeito o corte que ela fez, a minha filha não pode vir sozinha aqui, tenho que vir com ela, é maluca, tem cá umas ideias, e a minha neta também não achou piada, além disso ela não é uma criança devia ter mais juizo naquela cabeça.

A Eduarda contou-me isto pois lá em casa todos se fecharam em copas.

Quem estava na cabeleireira só se ria, eu ria, a Eduarda ria.

Lá pintei o cabelo e de seguida:

-Eduarda quero fazer um corte radical, estou farta deste.

-Ai Paula pelo amor de Deus vê lá o que vais fazer porque amanhã no café lá vem o teu pai ter comigo, e na próxima a tua mãe desanca-me e perco uma cliente.

Lá fez o corte que pedi, a Eduarda quando pega na tesoura não pára,ganha-lhe o gosto, ela adora que eu seja radical.

Assim sendo, cabelo muito mas muito curtinho e cor escura muito escura.

Cheguei a casa.

A minha mãe:

-Que raio de corte é esse? A Eduarda adora a tesoura, ela quando pega na tesoura é um perigo.

-O meu pai:

-Que fizeste ao cabelo?

Oh pá, se rapo é porque rapo, se corto como sempre cortei pois adoro cabelos bem curtinhos, é porque cortei, ninguém está bem com nada.

Ninguém não, os meus pais.

O cabelo mexe comigo, isto quer dizer que se não me sentir bem com o corte, tenho que mudar, nem que fique mal, depois cresce, mas ao mudar sinto-me outra.

Pareço o Sansão, só que ao contrário, cortar o cabelo dá-me força, não ma tira.

Mas pelo sim pelo não.

Vou comprar uma peruca.

Agora só falta ver a reacção da pequenita e de certeza que não vai gostar e vai fazer queixinhas à avó e ao avô.

Vão ser três contra uma.

Mas não há nada a fazer já não dá para colar

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D