Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mãedocoraçãosoueu

mãedocoraçãosoueu

POVO QUE LAVAS NO RIO!!!

Resultado de imagem para imagens dos tanques antigos onde se lavava roupa

Tenho tantas saudades da minha infância, tenho saudades quando ia com a minha vizinha lavar a roupa nestes tanques, pois poucas eram as pessoas que tinaham máquina de lavar roupa.

Uma coisa que eu não conseguia fazer e os outros miúdos faziam, era andar lá dentro, metia-me confusão, pois não consegui ver o fundo do tanque e não sabia o que poderia calcar, sou muito sensível com os pés, já na parai é a mesma coisa, gosto sempre de ver o que piso, dificilmente iria a um concurso onde tivesse que andar descalça sem ver o que calcava, o dinheiro não me fascina, faz falta mas não o ganharia com esta façanha.

Resultado de imagem para mulheres com bacias à cabeça

Ia assim tal e qual toda catita e com um orgulho imenso por poder equilibrar a bacia na cabeça, a minha vizinha colocava uma "rodilha" por baixo da bacia e lá ia eu toda contente lavar roupa que não era minha, pois a minha mãe não lavava a roupa neste tanques, não era a cena dela mas era a minha.

Ele há coisas que nos deixam saudades e hoje lembrei-me desta

Estes eram tempos tão bons, os nossos filhos não fazem ideia do quanto eramos felizes.

CONTRADIÇÕES DE MÃE

O ser humano é muito contraditório, faz parte da nossa natureza, por exemplo eu como mãe se a minha filha está em casa, resmungo por andar descalça, não gosto, resmungo porque o avô está a brincar com ela e como não entende fica zangada e às vezes responde-lhe "torto", não gosto mas o meu pai adora, já faz de propósito, chamo-a ao quarto e dou-lhe um sermão daqueles " respeitar os mais velhos, acima de tudo os avós, pergunto-lhe mil vezes se lavou os dentes, se tomou pequeno almoço, eh! pá! eu sou como ela diz, muita chata, eu sei que sou.

Agora que já lá vão quatro dias que não está em casa, sinto falta dela, está um silêncio sepulcral, quando ela está eu peço um bocadinho de silêncio nem que seja para ler duas páginas do meu livro, para me concentrar, somos ou não contraditórios?

O avô já pergunta quando ela volta, faz-lhe falta, a avó sente falta mas não transmite verbalmente.

Não me importa que esteja agarrada ao tablet ou ao telemóvel, mas está aqui, a cantar o despacito ou lá como se chama a música, que já me cansa de tanto ouvir, mas está aqui.

Quando chegar vai estar com uma disposição daquelas!!!!! seis dias de atividades e três ou quatro horas de sono!!! já preveni toda a gente, mas já estamos habituados com os outros acampamentos, por dormir pouco, pois em casa dorme nove a dez horas, fica insuportável, precisa de pelo menos dois dias para voltar ao estado normal.

Quando chegar quero um abraço mas não mo vai dar, nem a obrigo, agora o beijo esse não perdoo, dou-lhe um "abraxinho" passados três dias, o que eu quero fundamentalmente é que volte e ouvir o despacito ou lá como se chama a canção:)

Mais sobre mim

foto do autor

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D