Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mãedocoraçãosoueu

mãedocoraçãosoueu

UM TEXTO PARA OS TRABALHADORES FRUSTRADOS!!!!!!!!!!!!!!

Se és uma daquelas pessoas que passa a semana à espera que chegue a sexta-feira e depois passas o final de semana ansioso com medo da segunda…

Se começas o ano a marcar os feriados no caledário para saber quando não irás trabalhar…

Se você comemoras quando tens uma consulta médica pois “ganharás” um atestado e não precisarás voltar para a empresa…. Lamento muito em dizer-te, mas és certamente é um profissional frustrado com o que faz.

 

Prezado profissional frustrado,

Venho por meio mostrar-te a minha solidariedade em relação à tua frustração laboral e convidar-te para fazer algo que talvez tu já te tenhas desacostumado:

Pensar em ti mesmo e na vida horrorosa e insatisfatória que levas.

Logo este texto é para ti.

Preciso informar-te de que não é um texto feito para quem não gosta, ou pior, para quem não sabe ouvir verdades. Se esse for o teu caso, podes parar por aqui e voltar para o que estavas a fazer

Se continuas, presumo que estejas disposto a ouvir o que tenho a dizer.

Então ouve com atenção:

“Não é fácil conseguir o que se quer”

Digo mais:

“Mais complicado ainda é conseguirmo-nos sustentar com a renda proveniente de um trabalho escolhido”.

E eu sei disso, oh se o sei.

E queres saber por que é difícil?

“É difícil simplesmente porque as pessoas acham que as coisas têm que ser fáceis e não fazem planos e nem se organizam para alcançarem seus objetivos.”

Ou seja, aquela frase dita com tanta ironia de que “as coisas não caem do céu” é verdadeira, mas mesmo assim tu passaste grande parte da tua vida à espera que caísse.

E é aí que já vem um primeiro ponto de tua grande responsabilidade, meu caro profissional frustrado.

Se não queres continuar assim, um dia vais ter que entender que o maior responsável por teus próprios actos és tu mais ninguém. Por outras palavras, se não souberes o que queres fazer, se não trabalhares o teu  próprio potencial e, mais longe ainda, se não acreditares que és capaz de realizar algo, nunca, ouve bem, NUNCA, sairás de tua posição de insatisfação.

Tenho algo mais para te dizer:

1- Sim, eu sei que a educação neste país não é boa.

Quem disse isso?

Claro que a educação no nosso páis é muitos boa, pelo menos é a minha opinião.

Aceita isto, se quiseres, como é óbvio, foi aqui que nasceste e se não correres atrás do que não tiveste, não adianta ficares de cara amarrada.

2- Sabes aquele profissional bem sucedido que tu tanto admiras?

Queres saber o que vos diferencia?

É a PERSISTÊNCIA.

Na maior parte das vezes aquela pessoa que está dar certo no que faz só é diferente de ti no ponto em ela não desistiu fácilmente e soube esperar com disciplina.

Relembro, esperar não é ficar parado, esperar é manter-se em movimento, porém construir planos paralelamente como, por exemplo, quando estou num trabalho que não gosto mas estudo à noite para um concurso ou quando trabalho noutra coisa que ainda não me dá dinheiro suficiente, mas que um dia quero que seja meu único trabalho.

Isto é PERSISTÊNCIA

3- Reclamar não resolve problema.

Para tu saires desse ciclo vicioso de insatisfação precisas sim, ter consciência dos motivos que te levam a reclamar, mas precisas fazer alguma coisa a esse respeito ou não serás nada além de uma pessoa chata de se conviver.

4- Estabilidade no trabalho, seja qual for, não existe. Mesmo no serviço público basta “pisares no calo” de alguém errado e é melhor nem teres nascido.

5- Ganhar mais não significa viver melhor!

Muitas vezes o aumento em carga horária e o grau de responsabilidades assumidos por uma percentagem maior no salário são tão grandes que, sem perceber, tu estarás a vender a alma ao diabo, estás a vender  a tua saúde e o restinho de alegria de viver que tinhas.

Ou seja, será que não está na hora de parares, refletires sobre o que realmente queres e traçar planos com metas e dados realistas de execução (mesmo que sejam a longo prazo)?

Falo na primeira pessoa.

Quando na empresa onde trabalhei propuseram a uma colega/amiga um novo cargo ela pediu-me a opinião.

E sabes qual foi?

Eu  não queria fazê-lo não fosse ela pensar que estaria com inveja, mas como amiga lá a dei.

Disse-lhe que ganhar mais era fantástico, mas o que viria dali?

E foi certo e sabido.

Tem dias que sai da empresa às 23h quando o horário de saída é ás 18h.

Passam a vida a chamá-la se algum dos seu subordinados comete um erro ou porque está aborrecido fala "torto"com alguém.

Cabe-llhe a ela chamar a atenção de colegas com quem trabalha à mais de 20 anos e mais velhos que ela.

Conheço a sua personalidade, e sei o quanto lhe custa fazê-lo.

Os colegas ficam chateados, deixam-lhe de falar e o ambiente na secção não é o melhor.

Mas foi ela que escolheu, certo?

O dinheiro falou mais alto.

Por sorte não tem filhos, quer ter, está em processo de adopção, está a demorar muito, já lá vão 6 anos de espera, não será um sinal?

Dizem que Deus escreve certo por linhas tortas.

E se calhar...................

Onde tem ela tempo para um filho?

Diz que sim.

Mas eu nunca acreditei.

Ela nunca deixaria o trabalho por fazer para ir tratar de um filho.

É como digo, conheço-e há mais de 20 anos.

Agora com este reajustamento na empresa também fizeram um acordo com um colega da secção dela.

Pediu à administração para pensarem nas férias, resoverem o problema pois não iam aguentar a sobrecarga de trabalho.

Que disseram eles?

A S trata disso.

Ficou estupidamente admirada e disse que não o faria, eles tomaram as decisões agora terão que arranjar as soluções.

E arranjaram?

Não.

Por isso o horário dela quando um colega está de férias é das 9H ás 23H.

Eu disse-lhe que eles não davam ponto sem nó.

Mas o dinheiro falou mais alto.

Se ela se sente frustada?

A partir de certa altura sei que sim.

Sei pois quando me liga está cansada, nervosa, diz que está farta.

Só espero, e como amiga que sou dela, espero que ela aguente.

Mais casos poderia relatar.

Mas vocês devem também saber de muitos e partilhar comigo.

 

 

 

 

 

 

OS TEUS OLHOS NÃO SÃO AZUIS MAS OS NOSSOS SONHOS SIM!!!!!!!!!!

Mais forte do que o meu amor por você, 
o mar, mesmo com fúria, 
não se aproxime. 
Mais azul do que o azul dos seus olhos, 
não vejo nada melhor, 
mesmo o azul dos céus. 

Se um dia você tivesse que ir embora 
e me deixar, 
meu destino mudaria 
tudo de uma vez totalmente. 

Mais cinza que o cinza da minha vida, 
nada seria mais cinza, 
nem mesmo um céu chuvoso. 
Mais negro do que o preto do meu coração, 
a terra profunda 
não teria a sua escuridão. 
Mais vazio do que os meus dias sem você, 
nenhum poço sem fundo 
se aproximará. 
Mais do que meu sofrimento, 
até a eternidade 
Perto dele seria curto. 
Mais cinza que o cinza da minha vida, 
nada seria mais cinza, 
nem mesmo um céu chuvoso. 

É errado pensar, eu sei, no 
rescaldo. 
O que é o uso de complicar a vida 
Desde hoje ... 

Mais azul do que o azul dos seus olhos, 
não vejo nada melhor, 
mesmo o azul dos céus. 
Mais loiro do que o seu cabelo dourado 
Não consigo imaginar, 
até mesmo o loiro do trigo. 
Mais puro do que sua respiração suave, 
o vento, mesmo em agosto, 
não pode ser mais doce. 
Mais forte do que o meu amor por você 
O mar, mesmo com fúria, 
não se aproxime. 
Mais azul do que o azul dos seus olhos, 
eu só vejo os sonhos 
que me trazem os olhos ...

UMA FILHA DESCONHECIDA!!!!

 

Quando adotamos um filho ouvimos todo o tipo de comentários, perguntas e previsões.  Como já escrevi aqui no Blog tem dias que a gente ri, outros em que choramos. Depende da fase, do momento, da disposição que temos naquele momento.

Se juntarmos todos os comentários é possível notar um tema recorrente: medo do amor.

” Acho muito fixe quem adota, mas fico a pensar se o amor é o mesmo…”

“Morro de vontade de adotar, mas tenho medo de não conseguir gostar do filho adotado.

” Que lindo seu gesto ! É um gesto muito nobre.Esta para mim é da piores.

” Eu queria um filho meu… porque não sei se dá para amar uma pessoa que não saiu de dentro de mim”.

” Acho complicado colocar uma pessoa desconhecida na nossa vida. Nunca se sabe o dia de amanhã e se vai dar para amar como a gente quer”.

"E se a criança mais tarde virar toxicodependente, alcoolica, delinquente". Esta ouvi de uma amiga cujo marido não quis adoptar após várias tentativas falhadas de inseminações.

Cabe-nos educá-los para que isso não aconteça, mas o que eles querem do futuro, depende única e exclusivamente deles.

Quantos filhos biológicos não seguiram esse caminho? Bem provavelmente estou errada, só acontece ao adoptados, perdoem a minha ignorâcia.

 

Muito bem. Aqui ilustrei as frases mais comuns. Mas elas giram sempre em torno disso: amor e medo. Interessante notar como se fala em amor como se fosse algo que está pre-determinado, algo que a gente já sabe de onde vem e como funciona. Bendita mania do ser humano de controlar tudo, até o que sente. Raios!!!

Então vamos lá. Vou deixar aqui minha resposta padrão, aquela que ofereço nos dias em que estou bem disposta e bem humorada, quando ouço essas perguntas e comentários:

– No amor, tudo se trata de conexão. Porque todos nós bem sabemos que é possível amar um amigo e não um familiar. Porque sabemos que não escolhemos quem amamos, mas quando estamos dispostos, ligamo-nos a quem queremos e o sentimento acontece. Da mesma forma que escolhemos nossa família na vida adulta (e nem sempre é nossa família “de sangue”) podemos adicionar ainda membros desconhecidos. Ou seja, trata-se de conexão. Como diz lindamente a expressão em inglês: It´s all about conexion.

Muitas vezes, as mesmas pessoas que dizem terem feito dos melhores amigos a sua família, afirmam ter dificuldade para entender o processo de adoção. Ok, um filho não é um amigo. Mas se a gente estiver com a mesma disponibilidade de cuidar, de se entregar e também de entender o outro (como fazemos ao longo da vida toda) notaremos que a relação se constrói e o amor cresce, prospera, dá frutos e se fortalece. Assim como toda relação terá seus momentos difíceis, de estranhamento, de cansaço, de desânimo. Mas isso também é parte da conexão, afinal, só uma pessoa muito ingénua acha esta relação não comporta crises e dificuldades.

É possível aprender a amar. É possível inserir alguém na nossa vida e amar esse alguém sem restrições. O coração não elege, é a mente que faz isso. Por tudo isso é possível amar um desconhecido. Porque, muitas vezes, somos desconhecidos de nós mesmos e aprendemos a amar-nos até no escuro. Mal de nós se assim não fosse!!! As nossas exigências garantem uma rotina de controle e suposta segurança. Porém, quem escolhe não é nossa mente, e sim nosso coração. E a partir daí basta deixar a alma vibrar e conectar.

MAIS UMA VEZ O MEDO SEMPRE O MEDO.

O MEU MAIOR MEDO É NÃO ESTAR CÁ ATÉ A MINHA FILHA SER AUTÓNOMA, ESSE É O MEU MAIOR MEDO, ACREDITEM QUE NESTE MOMENTO DA ADOLESCÊNCIA, NÃO É FÁCIL, MAS AINDA TENHO CONTROLO AS SITUAÇÕES, E LÁ A VOU "ASSUSTANDO" QUANDO VEJO QUE O CAMINHO POR ONDE ELA VAI NÃO É O CORRECTO, AINDA CONSIGO FAZER ISSO, E COM ELA SÓ FUNCIONA COM O "SUSTO" ( POSTERIORMENTE EXPLCAREI COMO) PARA NÃO PENSAREM " É PÁ MAS ESTA MÃE ASSUSTA A PRÓPRIA FILHA!!!

NÃO SEI O QUE O FUTURO NOS RESERVA, QUANDO DIGO "NOS" É PELO SIMPLES MOTIVO QUE TUDO O DE BOM OU MAU QUE ELA ESCOLHER IRÁ SEMPRE ATINGIR-ME.

OS MIÚDOS E AS TECNOLOGIAS!!!!!

Os miúdos têm um dom fantástico.

Falo pela minha.

Está no Centro de Estudos.

De tarde têm actividades lúdicas.

Contudo está sempre a enviar mensagens.

Ainda não a li até ao fim e ela já pede para responder.

Sério!!! São eles que percebem muito de tecnologias, ou sou eu que sou trenga?

Ele há mensagens que ainda estou a ler, e em segundos aparece no visor "Rsp" "Rsp"

Passo-me

Mesmo quando está na escola a situação repete-se, tenho que andar com o telemóvel ao peito, não tenho alternativa, vou comprar uma bolsinha  janota, para fazer pandam!!!

Desculpem mas detesto telemóveis, sei que hoje em dia não vivemos sem eles, ou será que conseguiamos viver?

Primeiro porque não aguento o som das mensagens a entrar e segundo porque detesto escrever mensagens, às vezes sai cada uma que de imediato tenho que corrigir, pois não fazem qualquer sentido.

Hoje por exemplo não sei como, as mensagens que entram no meu telemóvel não têm som, como é que o fiz? Não sei, a miúda quando chegar vai-me ajudar, e de certeza que vai ser uma coisa muito simples, logo, vai dizer:

-Mãe tu és uma trenga

Mas a sério!! Porque é que a minha filha não liga?

Simplesmente não o faz, será mais fácil escrever? Para infelicidade dela de imediato ligo, ela passa-se, acabamos por nos zangar, mas depois passa

 OS MIÚDOS E AS TECNOLOGIAS

Com a agravante, os telemóveis são um apêndice, vivem com eles colados à mão, um apêndice ou o quinto dedo?

 

OS SIGNOS NA FAMILIA!!!!!FILHA!!!

 


Taurus (April 20 - May 20)

CARACTERÍSTICAS DE TOURO

 

Pontos Fortes: Confiável, paciente, prático, dedicado, responsável, estável

Pontos Fracos: Teimoso, possessivo, intransigente

Touro gosta de: Jardinagem, culinária, música, romance, roupas de alta qualidade, trabalhar com as mãos

Touro não gosta de: Mudanças repentinas, complicações, insegurança de qualquer tipo, tecidos sintéticos

 

Poderoso e confiável, Touro é o primeiro quando se trata de colher os frutos do seu trabalho. Eles adoram tudo o que é bom e belo, e eles vivem muitas vezes cercados por prazeres materiais. As pessoas nascidas sob o signo de Touro são muito sensuais e táteis. O toque é extremamente importante para eles, tanto nos negócios quanto no romance. Estável e conservador, Touro é um dos signos mais confiáveis do zodíaco. A teimosia é uma característica que o faz levar tudo até as últimas consequências, de modo a cumprir seus rígidos padrões.

Como um signo de terra, Touro pode tornar-se superprotetor de seus entes queridos. Eles são ótimos em ganhar dinheiro e seguirão com os seus projetos até que sejam concluídos com êxito.

Os taurinos são muitas vezes conhecidos pela sua dureza, que também pode ser interpretada como um compromisso com a execução de tarefas. Isso os torna excelentes trabalhadores e grandes amigos, porque eles estão sempre presentes, para o que der e vier.

Seu planeta regente Vênus representa o amor, atração, beleza e criatividade. Assim, Touro pode ser um excelente cozinheiro ou artista. Ele é leal e não gosta de mudanças repentinas e indesejáveis.

Touro é o signo mais confiável do zodíaco. Embora alguns possam ter visões muito conservadoras do mundo, ou possam também gostar de dinheiro e riqueza um pouco demais, eles têm a capacidade de levar a voz da razão prática a qualquer situação caótica e insalubre.

 

Amizade e Família em Touro

 

Família e casa são muito importantes para Touro. Touro é muito inteligente e tem um bom senso de humor, é uma pessoa excelente para socializar. As pessoas nascidas sob este signo são muito leais e sempre dispostas a dar uma mão para os amigos. Na verdade, muitas das suas amizades começam na infância. Touro adora crianças e aprecia o tempo gasto com a família, então ele estará sempre presente em todos os eventos e reuniões familiares. Touro gosta de organizar festas e encontros familiares.

 

A FILHA-TOURO

TEIMOSA COMO DIZ O BRASILEIRO

-PÕE TEIMOSA NISSO!!!!

COZINHEIRA NOS ESCUTEIROS YE!! 

DAR UMA MÃOS AOS AMIGOS, ATÉ DEMAIS, DÁ AS DUAS

ADORA CRIANÇAS, ACERTOU NA MUCHE

FAMÍLIA E CASA MUITO IMPORTANTES- SIM SEM DÚVIDA NENHUMA

NÃO É QUE ESCOLHI A FILHA CERTA!!! 

POIS É QUE ISTO DE ADOPTAR É UMA OPÇÃO DE ESCOLHA

FUI AO CATÁLOGO E LÁ ESTAVA ELA E QUANDO VI QUE ERA DO SIGNO TOURO DISSE:

-BEM MANDE VIR ESTA SE FAZ FAVOR

ADOPÇÃO HOMOSSEXUAL E PORQUE NÃO!!! BORA LÁ A TIRAR MAIS CRIANÇAS DAS INSTITUIÇÕES!!!!

 

  • “O que está em causa é a felicidade da criança, não se tem dois pais ou duas mães”

    “O QUE ESTÁ EM CAUSA É A FELICIDADE DA CRIANÇA, NÃO SE TEM DOIS PAIS OU DUAS MÃES”

    Desde fevereiro de 2016 que a lei portuguesa permite a adoção de crianças por casais do mesmo sexo. Mas até que ponto a mudança da lei é aceite por todos? Fizemos a experiência com câmaras ocultas. Num parque infantil, uma mulher insurge-se contra dois homens por discordar que sejam pais adotivos de uma criança. O discurso passa claramente dos limites. Quem vai parar o abuso? E Se Fosse Consigo?

    Ontem

  • “Não tenho pena da criança, tenho pena de si, do seu filho, da sua família”

    “NÃO TENHO PENA DA CRIANÇA, TENHO PENA DE SI, DO SEU FILHO, DA SUA FAMÍLIA”

    Não faltam estudos que provam que não é a orientação sexual que atesta a capacidade de ser pai ou ser mãe. Mas será que todos pensam assim? Fizemos a experiência. Num espaço público, uma mulher censura dois homens com uma criança que adotaram. A maioria dos que viram e ouviram saíram em defesa dos pais. Para estas pessoas o importante é que uma criança tenha amor e alguém que cuide dela. E Se Fosse Consigo? Agia ou ficava indiferente?

    Ontem

  • É homem com mulher e mulher com homem. A lei esta mal feita”

    É HOMEM COM MULHER E MULHER COM HOMEM. A LEI ESTA MAL FEITA”

    As leis podem ser mudadas mas ate que ponto a realidade acompanha a mudança. Numa encenação com atores, um casal homossexual com um filho adotado é alvo de uma mulher que não aceita que dois homens sejam pais da criança. À volta, muita gente defende os dois homens, mas também há quem não aceite uma familia como esta. E Se Fosse Consigo?

    Ontem

  • “A criança entende pelo coração, pelo amor”

    “A CRIANÇA ENTENDE PELO CORAÇÃO, PELO AMOR”

    De que é que uma criança precisa? Ao olhar dos outros, ter dois pais ou duas mães faz diferença? Quisemos perceber. Dois homens brincam com o filho adotivo, enquanto uma mulher incomodada com a cena avança para o insulto. A situação é encenada com atores e acontece num jardim público. Quem está de acordo com a mulher que manifesta preconceito e quantos discordam dela? E se Fosse Consigo?

    Ontem

  • O preconceito em relação a famílias com dois pais ou duas mães

    O PRECONCEITO EM RELAÇÃO A FAMÍLIAS COM DOIS PAIS OU DUAS MÃES

    Os direitos dos homossexuais têm vindo a ser reconhecidos em todo o mundo, principalmente na Europa. No entanto ainda há um longo caminho a percorrer. O próximo programa "E Se Fosse Consigo?" aborda o preconceito em relação às famílias constituídas por dois pais ou duas mães.

    12.11.2017

  • Um casal homossexual brinca com o filho no parque. E se fosse consigo?

    UM CASAL HOMOSSEXUAL BRINCA COM O FILHO NO PARQUE. E SE FOSSE CONSIGO?

    Há dois anos, os casais do mesmo sexo viram reconhecidos por lei o direito à adoção e à co-adoção. Mas até que ponto os portugueses aceitam esta realidade? O próximo programa "E Se Fosse Consigo?", transmitido segunda-feira na SIC, aborda o preconceito em relação Às famílias constituídas por dois pais ou duas mães.

    12.11.2017

  • Homossexualidade e parentalidade debatidas no programa "E Se Fosse Consigo?"

    HOMOSSEXUALIDADE E PARENTALIDADE DEBATIDAS NO PROGRAMA "E SE FOSSE CONSIGO?"

    Homossexualidade e parentalidade é o tema do próximo "E Se Fosse Consigo?". Um estudo realizado para a SIC revela que mais de 16% dos inquiridos acredita que uma criança educada por homossexuais também vai ser homossexual e que uma em cada quatro pessoas acha melhor para uma criança viver numa instituição do que ser adotada alguém homossexual.

    TUDO O QUE HAVIA A DIZER FOI FEITO NESTE PROGRAMA, TIREM AS CRIANÇAS DAS INSTITUIÇÕES, ADOPTEM, SEJA ADOÇÃO MONPARENTAL, SEJA CASAL, SEJA DE HOMOSSEXUAIS, MAS ADOPTEM.

    AS CRIANÇAS VÃO SER "MASSACRADAS" NA ESCOLA , VÃO, A MINHA FOI POR NÃO TER PAI, FOI ADOPÇÃO MONOPARENTAL, MAS ELES TÊM UMA CAPACIDADE QUE NÓS NÃO TEMOS, ESQUECER!!!!!

    NUNCA PRECISOU DE CONSULTAS DE PSICOLOGIA, OU PEDOPSIQUIATRIA, SEGUIU EM FRENTE DEIXOU DE LIGAR AO ASSUNTO E OS MIÚDOS DEIXARAM DE A CHATEAR.

HISTERECTOMIA É UMA OPÇÃO OU É A DECISÃO MAIS FÁCIL

Depois de ser transferida para a Doutora Gisela, após reclamação, esta médica descobriu o que as outras duas não conseguiram, eu tinha um TUMOR no útero, um tumor tão grande que ela achou estranho eu nunca ter dores, quando há mulheres que até desmaiam com as dores e eles têm milimetros, mas eu sinceramente nunca tive, a médica ficou incrédula.

Eu também fiquei incrédula só de pensar como é que dua médicas, uma particular e outra da qual nem vale a pena falar não tinham descoberto,é que o gajo era bem grande, 11cm, com um simples exame de apalpação a Doutora Gisela lá o descobriu, tinha que ser operada, só de ouvir a palavra quase me deu uma coisinha má, OPERAÇÃO!!! Eu nunca tinha sido operada na minha vida, não queria ser operada, não queria PRONTO.

Fiz exames intra-uterinos uns atrás dosoutros, e quando se começou a mexer o BICHO começou a crescer, eu tinha uma barriga de grávida com 6 meses, já não aguentava as calças e toda a gente começou a perguntar se eu estava grávida.

Não não estava grávida, tinha um tumor no útero que de 11cm que passou para 19, eu sou da opinião que isto é como uma colmeia, se a deixarmos sossegada as abelhas ficam sossegadas, se lhe mexermos as abelhas entram em stress e atacam, ora com exames atrás de exames mexemos na colmeia e a abelha virou um abelhão.

A cada consulta eu lá ia inventando sempre qualquer coisa para não ser operada, até experimentei um medicamento novo e em fase experimental para ver se conseguia matar o bicho, medicamento esse que custava 350 euros e comprei três caixas, mais um salário que foi à vida, mas eu não queria ser operada.

Não resultou, o tumor ainda lá estava, já não tinha para onde fugir, a Doutora Gisela numa consulta pega na agenda e diz(estamos em finais de Março):

-Paula vamos marcar operação para dia 11 de Abril, desmarco uma laqueação que não é tão urgente e meto-a a si.

-Doutora dê-me mais um tempo para me preparar psicológicamente

-Mais tempo? Anda a protelar isto à um ano, já viu o tamanho da sua barriga? Como aguenta?

- Ok marque por favor, mas peço-lhe, peco-lhe por tudo não me tire o útero

-Não tiro o útero? Já viu o tamanho do tumor!!!

- Não mo tire por favor

-Mas a Paula ainda quer ter filhos?

-Até aos 45 anos não perco a esperança(tinha 42 anos na altura)

- Paula com o tamanho do tumor para não lhe tirar o útero terei que fazer uma incisão na vertical, quando devia fazer na horizontal, vai ficar com uma cicatriz enorme e bem visivel.

-Não faz mal, mas não me tire o útero por favor.

Lá chegou o dia da operação, escusado será dizer que eu estava em pânico, em tal estado de pânico, que na sala de operações ao medirem as tensões deram-me de imediato um calmante, pois as tensões deviam estar a rebentar, se não morria da operação, morria do terror de ser operada.

Tudo correu bem mas no recobro quando acordei a minha perguna foi:

-Tiraram-me os útero?

-Não Paula está lá tudo no sítio, o medicamento não diminuiu o tumor mas ajudou a que ele se descolasse mais facilmente.

Levantei a bata e vi que a cicatriz foi na horizontal, hoje em dia mal se nota, uma cicatriz enorme de um lado ao outro da barriga, mas tão bem feita que posso usar biquini , mini biquini.

O útero e os ovários ficaram onde deviam estar e eu acordei da cirurgia, que mais poderia eu querer?

Se me tivessem feito uma histerectomia não é que me sentisse menos mulher, mas o que é do nosso corpo e lá pode ficar, deixemos então, eu sei que seria mais fácil tirar tudo, mas os médicos tiveram em atenção o meu pedido.

A única coisa que sinto neste momemnto é o TPM, nunca tiva TPM mas agora tenho, e de tal maneira que há dias em que nem a mim própria me suporto,  mas fiquei com os orgãos que nasceram e cresceram comigo e é assim que os quero cá dentro no sítio onde pertencem.

Sou da opinião que ele há mulheres que quando fazem esta opração a não se manifestam no sentido de querer ou não a hsiterectomia, é óbvio que para os médicos é mais fácil, é um trabalho mais limpo, o meu não, o meu fê-los suar pois estive umas boas horitas na sala de operações, mas desde que não seja maligno, nós temos o direito a decidir o que fazer com o nosso corpo.

Além disso não queria de todo ter uma menopausa precoce aos 42 anos.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D