Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

mãedocoraçãosoueu

mãedocoraçãosoueu

PERFEIÇÃO ONDE ESTÁ ELA?

Ninguém é perfeito mas quem quer ser ninguém?

De facto nós não queremos ser uns "Zé Ninguém", todos gostamos de ser especiais, e se possível deixar a nossa marca por onde passamos, certo ou errado?

Mas entre ser perfeito e ser um " Zé Ninguém" vai uma grande distância.

A perfeição é muitas das vezes uma ilusão pois não é permanente, é isso sim um estado aparente.

Vistas de fora as pessoas parecem-nos perfeitas, pela maneira como se comportam, pelo que dizem e pelo que calam, pelo que mostram e pelo que escondem, mesmo até pela meneira como se apresentam.

Quantos de nós já não pensaram secretamente que gostariam ser desta ou daquela maneira para sermos tão perfeitos como esta ou aquela pessoa?

E quantas vezes não nos desiludimos porque afinal esta ou aquela pessoa que nos parecia tão perfeita era tão ou mais imperfeita que nós?

Ora a isto se chama ilusão, ou melhor dizendo " As aparências iludem", tal como sabemos que o ótimo é quase sempre inimigo do bom e por norma o ideal de perfeição só serve para nos atrapalhar a vida.

Sermos perfeccionistas e exigentes com nós mesmos é uma virtude mas facilmente se converte em defeito se não soubermos dosear esta atitude. Não podemos esperar que o mundo se comporte como nós achamos que deve comportar-se, isto é um erro tremendo.

Cada um de nós está num patamar de evolução diferente e não é correto exigir aos outros aquilo que não nos podem dar,nem querer que pensassem como nós pensamos, ou como gostariamos que pensassem.

É difícil acreditar num mundo perfeito, mas podemos acreditar num mundo melhor, um mundo onde as pessoas tentam limar arestas, onde as pessoas são mais solidárias, onde as pessoa não andem contantemente de cabeça baixa, a olhar para o seu umbigo e olhem para o umbigo dos outros, e se centrem mais nos grandes dramas à nossa volta.

Sei que é utópico, mas é um sonho pelo qual podemos lutar, lutar pela perfeição é exatamente isto, é pedir o impossível para realizar o possível e cada dia mais. A perfeição enganadora é aquela que nos paralisa, que nos mete medo que os mostra ao espelho uma imagem negativa de nós mesmos.

A aparente perfeição dos outros, especialmente dos que nos são apresentados como "perfeitos" aquela gente bonita é um sol enganador. Brilha mas não aquece, por vezes é muito gelado,vazio e sem consistência.

Por tudo isto mais vale lidarmos com a imperfeição ( nossa e dos outros) do que viver na "bolha" da perfeição eterna.

Porque afinal entre ser perfeito e ser um " Zé Ninguém" existe um mundo de possibilidades prontas a ser descobertas, basta ir à aventura, e não viver na desprezível paralisia, e não querer calçar os sapatos dos outros.

O SONHO COMANDA A VIDA!!!!!!!!!!!!

" O sonho comanda a vida" já dizia Sebastião da Gama É o sonho que nos guia, e é sonhando que muitas vezes conquistamos mais do aquilo que pensávamos ser possível. Sonhar é bom. Faz bem à alma, alimenta o nosso espírito e dá mais cor aos nossos dias. Sonhar é um direito universal, todos temos o direito a sonhar, aliás é um dever de todos nós. FAZ FALTA SONHAR. Uma pessoa incapaz de sonhar é como um jardim onde as flores não crescem, ficam mirradas. Quem não consegue sonhar com nada, está sem saber à beira do abismo, da queda iminente. Quem não sonha, desistiu,desacreditou,baixou a guarda e ficou à mercê dos pesadelos. Entregou-se em vida,Rendeu-se sem honra nem glória. Perdeu o rumo. Podemos sonhar com dias melhores, com outra vida, uma viagem, um amor, é uma maneira de gostarmos mais de nós próprios e dos outros. Sonhar é sinonimo de acreditar e quem acredita,consegue, quem procura encontra. Ao falar em sonhar, falo em sonhar acordado, desejar muito uma coisa em que acreditamos e que poderá ser possível alcançar. Quando falo de sonhos não são os que que nos abraçam à noite, esses pertencem ao inconsciente e é aí que devem permanecer. Falo dos sonhos que nos alimentam, dão força e alento para seguir em frente, sonhar que um dia podemos ser alguém, pode ser banal ou até mesmo infantil, mas não é bem assim, há muitas maneiras de ser alguém e no dia em que encontrarmos esse alguém vamo-nos sentir realizados por termos cumprido um sonho. Por cada sonho tornado realidade fazemos uma conquista interior, crescemos porque o sonho nos fez alinhar com a nossa natureza, mas também aprendemos quando sonho é desmedido e não foi feito à nossa medida. Acredito que alguém ou algo, gere um tempo que não nos pertence, e dá ordens às coisas que nem sempre conseguimos entender. Esse alguém ou algo é que comanda a nossa vida,encarrega-se de nos ampliar os sonhos se estes estiverem de acordo com as nossas necessidades, para que possamos crescer interiormente, e por outro lado dá-nos sinais de que estamos a sonhar demasiado alto, ou demasiado baixo. Não podemos ter medo de sonhar, aquilo que estiver cá para nós, há-de vir parar às nossas mãos, mas o que sonhamos em excesso escapará por entre os dedos, e é nesse momento que no iremos aperceber que estamos a sonhar de maneira errada. Eu sonhei, sonhei que queria ser mãe e adoptei uma menina, foi sonhar muito alto, sendo sozinha? Podia ser, mas fui à luta e consegui. Eu sonhei que faria o melhor pela minha filha, se sonhei muito alto? Não fiz o melhor que pude e orgulho-me do que ambas conseguimos alcançar. Eu sonhei ter uma filha Doutora ou Engenheira? Não pois já sabia que isso era sonha muito alto, a minha filha vai ser alguém na vida mas canudo na mão não vai ter. Eu sonhei que quero que a minha filha seja acima de tudo feliz, estou a sonhar muito alto? Provavelmente, mas continuo a sonhar com isso. Eu sonhei ter a filha perfeita? Não sonhei que queria ser mãe. 

Mais sobre mim

foto do autor

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D