Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

maedocoracaosoueu

Sex | 01.06.18

UMA CARTA PARA A MINHA CRIANÇA!!!!!! TEM 16 ANOS MAS PARA MIM CONTINUA A SER PEQUENINA!!!

Um dia pode ser que tu entendas, pode levar algum tempo, anos, talvez uma vida inteira para tu compreenderes…

 

…Que todas as vezes que eu te olhava, eu admirava cada pedacinho teu, a tua perfeição e beleza incomparável!

 

Por inúmeras vezes, mesmo quando eu estava embrenhada em alguma tarefa e tu reclamavas por atenção, por um segundo eu impressionava-me com a tua imagem, e demorava a assimilar que tu eras minha! Minha, em sentido amplo, grandioso.

 


 

A medida que tu crescias, tu era menos minha e pertencias mais ao mundo, os sentimentos misturavam-se entre a felicidade e o orgulho em ver-te evoluir, acompanhar as tuas conquistas e ao mesmo tempo, lá no fundo, uma certa insegurança em não ter-te mais tão minha, tão perto, pouco a pouco tu te tornavas mais parte do mundo e então eu percebi que tu nunca me amarias tanto como na infância!

 

Eu abraçava-te e enchia-te de beijos e tu ora reclamavas, ora corrias e me abraçavas. Quando eu perguntava:
-Quando tu cresceres, como é que  vou ficar sem poder roubar-te abraços e beijos?
Tu dizes que não queres crescer e desejas ser eternamente criança!
Conforme tu crescias a vontade de continuar a ser criança ia dando lugar ao desejo de conquistar o mundo! Mais uma vez os meus sentimentos entravam em conflito, mas eu mantinha-me forte na missão de te educar para ser independente, forte, uma pessoa maravilhosa e do bem.

 

É impossível expressar em palavras a dimensão e o efeito do meu amor, pois ao mesmo tempo que ele me preenche com uma sensação de plenitude inigualável, ele também dói e rasga o peito por qualquer motivo, dos mais simples aos mais complexos.

 

Confesso que era necessário me policiar, para não te proteger contra tudo e todos, pois tu precisavas estar preparada para o mundo!

 

Hoje eu entendo que apenas passamos a entender as atitudes de nossos pais quando nos tornamos pai e mãe. Pais apenas querem acertar com seus filhos e sempre fazem o melhor possível de acordo com a sua capacidade, condição e a realidade do momento.
 
 
Já começaste a abrir as asas.
 
E isto é ser Mãe, ter a capacidade de te deixar voar.
 
Mas deixando sempre aberta a porta do ninho para sempre que queiras voltar.
 

13 comentários

Comentar post